A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

29/05/2019 06:38

Com 2 votos da bancada de MS, Coaf sai do comando de Sérgio Moro

Simone Tebet (MDB) foi a única da bancada de Mato Grosso do Sul que votou contra a orientação do governo.

Anahi Zurutuza
Senadora Soraya Trhonicke durante a sessão da noite desta terça-feira (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)Senadora Soraya Trhonicke durante a sessão da noite desta terça-feira (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

Com votos de 49 dos 78 senadores presentes, incluindo os de Nelsinho Trad (PSD) e Soraya Thronicke (PSL), o Senado decidiu que o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) ficará sob o comando do ministro Paulo Guedes, no Ministério da Economia, e não com Sérgio Moro, no Ministério da Justiça, como queria inicialmente o governo.

Simone Tebet (MDB) foi a única da bancada de Mato Grosso do Sul, que votou contra a orientação do governo, a favor do órgão ficar sobre a responsabilidade do ex-juiz federal. Ela compôs grupo de 29 senadores que registraram voto contra a transferência do conselho para a Economia.

A votação aconteceu, na noite desta terça-feira (28), depois que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez apelo aos senadores para que aprovassem MP (Medida Provisória), com a qual a administração federal foi estruturado, da forma como estava, ou seja, mesmo prevendo a derrota do governo em relação ao comando do Coaf.

O presidente temia o risco da proposta expirar, invalidando por exemplo a redução no número de ministérios, de 29 para 22. O prazo para validar a organização das pastas terminaria no dia 3 de junho. Moro concordou com a posição de Bolsonaro e assinou a carta presidencial pedindo para os senadores votaram pela manutenção do Coaf no Ministério da Economia.

Plenário do Senado Federal nesta terça-feira (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)Plenário do Senado Federal nesta terça-feira (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)


Imagina se o COAF passasse para o MIn. Justiça.... todas investigações da família Bolsonaro seriam engavetadas, ou simplesmente o que acho difícil poderiam usá-lo para atacar outros políticos. Parabéns para quem votou a favor de mantê-lo na economia, onde será mais rápidos os cumprimentos de acordos internacionais para o combate ao terrorismo e a lavagem de dinheiro..
 
jose maria martins de brito em 29/05/2019 10:38:27
A senadora Simone está de olho em um ministério.
E assim sendo, vota qualquer assunto por mais absurdo que seja a favor do bolsonaro.
 
Critico em 29/05/2019 07:41:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions