A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

20/04/2018 17:30

Com aceno ao agronegócio, presidenciável do PRB chega a Campo Grande

Flávio Rocha, ex-vice-presidente da Riachuelo, participa nesta tarde de ato político no Grand Park Hotel

Humberto Marques e Mayara Bueno
Flávio Rocha veio ao Estado para ato político do PRB; pré-candidato defendeu apoio ao agronegócio. (Foto: Paulo Francis)Flávio Rocha veio ao Estado para ato político do PRB; pré-candidato defendeu apoio ao agronegócio. (Foto: Paulo Francis)

O empresário Flávio Rocha, pré-candidato a presidente da República pelo PRB, afirmou nesta sexta-feira (20) que seu projeto político e de correligionários visa a “discutir valores” e serve como reação às ações negativas que atingiram a economia brasileira nos últimos tempos. Diretamente aos sul-mato-grossenses, destacou que o Estado tem forte dependência do agronegócio, setor que “precisa do nosso respaldo e incentivo”.

As declarações foram dadas há pouco, após o voo que trouxe o empresário chegar ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. Ex-vice-presidente da Guararapes, que administra a rede de lojas Riachuelo, Rocha foi alçado recentemente à condição de possível candidato ao Planalto. Segundo ele, as articulações políticas sobre o projeto até aqui tem sido conduzidas, entre outros, pelo senador Pedro Chaves, “para a gente encontrar uma equação ideal”.

Flávio Rocha declarou que a pré-candidatura não terá como mote único a economia, “que é, sim, importante, mas não um fator suficiente” para o incentivar a entrar na disputa. A discussão sobre valores também deve ser abordada. O empresário ainda declarou que sua candidatura “representa uma reação contrária às ações em nossa economia, que foi desastrosa, que levaram à degradação dos nossos valores”.

Sobre o Estado, Rocha pontuou que se trata de uma área onde “a grande locomotiva da economia é o setor do agronegócio, que precisa de nosso respaldo e incentivo”. Ele pontuou que o campo é responsável por 33% da economia brasileira, e que o Movimento 200, do qual faz parte, “é para estimular a produção”. “Também como forma de geração de emprego, o agro é uma grande ferramenta”.

Cerca de 150 pessoas aguardaram Flávio Rocha no aeroporto. De lá, seguiram em carreata rumo ao Grand Park Hotel, onde o PRB estadual realiza um ato em torno de seu presidenciável. Além de Pedro Chaves, os vereadores Gilmar da Cruz e Betinho e o ex-presidente da Fundação Estadual do Trabalho, Wilton Acosta, participaram da recepção a Rocha. Antes de deixar a Capital, o empresário deve se reunir com o prefeito Marquinhos Trad (PSD).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions