A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

08/08/2019 12:07

Com lideranças nacionais, partidos discutem eleições de 2020 na Capital

Ciro Gomes e Fernando Haddad, que disputaram a presidência em 2018, se encontram com colegas de legenda este mês

Jones Mário e Leonardo Rocha
Ciro Gomes durante visita a Campo Grande no ano passado (Foto: Paulo Francis/Arquivo)Ciro Gomes durante visita a Campo Grande no ano passado (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Ao menos duas lideranças nacionais da política vêm a Campo Grande em agosto para discutir as eleições municipais de 2020. Candidatos à presidência em 2018, Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT) são aguardados para reuniões com colegas de partido. Outra legenda que promete trazer nome forte para a Capital este mês é o PSL, em evento de filiação.

No dia 16 de agosto, uma sexta-feira, Ciro Gomes desembarca na Capital com agenda cheia. O principal compromisso será às 14h, na sede da Anoreg/MS (Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso Sul), onde se reúne com prefeitos, vereadores e outros companheiros de legenda a fim de definir encaminhamentos para as eleições do ano que vem.

Segundo o presidente do diretório municipal do PDT em Campo Grande, Yves Drosghic, eventuais candidatos aos cargos em disputa no pleito de 2020 e também uma provável nova candidatura de Gomes para a presidência, em 2022, estão entre as pautas do encontro. No ano passado, o pedetista recebeu 12,47% dos votos no primeiro turno e ficou em terceiro lugar.

Ainda no mesmo dia, Ciro Gomes dá palestras em universidades – pela manhã na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e pela noite na Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul); fala em entrevista coletiva; e se encontra com movimentos sociais.

No dia 17, sábado, o PSL promove evento nacional de filiações, no Grand Park Hotel. De acordo com o deputado estadual Renan Contar, o partido deve lançar pré-candidatos a vereador e prefeito para o ano que vem. O diretório local da legenda vai trazer liderança nacional, mas ainda não definiu nome. Além da Capital, Três Lagoas também terá programação para angariar filiados.

Já no dia 23, uma sexta-feira, será a vez de Fernando Haddad se encontrar com a militância do PT em Campo Grande, em local ainda indefinido. Presidente municipal do partido, Agamenon Prado revela que a reunião será oportunidade para apresentar pré-candidatos em diversos municípios.

Segundo ele, Campo Grande já soma 42 possíveis nomes para disputar vaga na Câmara. A corrida pela prefeitura deve ficar entre o ex-prefeito da Capital, ex-governador e ex-senador José Orcírio Miranda, os deputados estaduais José Almi e Pedro Kemp, e Eloísa Castro, ex-coordenadora da Casa da Mulher Brasileira.

Prado avaliou ainda que Haddad deve fazer exposições sobre o quadro do PT no País, apresentar ideias e projetos. O petista foi para o segundo turno nas eleições para presidência, em 2018, e foi derrotado por Jair Bolsonaro (PSL).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions