A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

24/08/2018 12:45

Com o maior tempo, Reinaldo abre programa eleitoral na TV e no rádio

Sorteio da ordem e definição da duração de campanha foram feitos no TRE na manhã desta sexta-feira (dia 24)

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Representantes dos partidos no auditório do TRE, durante sorteio nesta sexta-feira. (Foto: Leonardo Rocha).Representantes dos partidos no auditório do TRE, durante sorteio nesta sexta-feira. (Foto: Leonardo Rocha).

Candidato do PSDB à reeleição, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, será o primeiro a expor a campanha eleitoral na rádio e televisão durante três minutos e 50 segundos. É dele também o maior tempo nos meios de comunicação. 

A ordem de exposição e definição foram divulgadas no fim da manhã desta sexta-feira (dia 24) no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul). No rádio e na TV, a campanha começa dia 31 de agosto.

O segundo a aparecer na televisão será Odilon de Oliveira, candidato do PDT, que terá 56 segundos para tentar convencer o eleitor.

João Alfredo, do PSOL, será o terceiro a aparecer e terá 14 segundos. Do PV, Marcelo Bluma aparecerá na sequência para falar com o eleitor por 29 segundos. Humberto Amaducci, do PT, é o quinto na sequência e terá 1 minuto e 22 segundos de tempo.

Último a expor o programa eleitoral na rádio e televisão, Junior Mochi (MDB) terá 2 minutos e seis segundos. Ele é o candidato com o segundo maior tempo. Esta será a mesma ordem do programa eleitoral no rádio.

Ordem de candidatos ao Senado - Anísio Guató (PSOL) será o primeiro a expor a campanha, seguido de: Mario Fonseca do PC do B; Sérgio Harfouche (PSC); Waldemir Moka (MDB); Soraia Tronicke (PSL) e Cesar Nocolati, do PTC.

Do PMB, Dorival Betini será o sétimo; Zeca do PT vem na sequência; da coligação encabeçada pelo PSDB, Nelson Trad Filho (PTB) e Marcelo Miglioli (PSDB); Tiago Freitas, do PPL. Encerra o horário eleitoral, Humberto Figueiró (Podemos) e Gilmar da Cruz (PRB), ambos da coligação encabeçada pelo PDT.

Na mesa, juíza eleitoral Elizabeth Anache conduz sorteio e, à esquerda, Hardy Waldschmidt, secretário Judiciário do TRE. (Foto: Leonardo Rocha).Na mesa, juíza eleitoral Elizabeth Anache conduz sorteio e, à esquerda, Hardy Waldschmidt, secretário Judiciário do TRE. (Foto: Leonardo Rocha).

Quando? - Às segunda, quarta e sexta-feira, postulantes aos cargos de senador, deputado estadual e governo vão expor as propostas na televisão das 12 horas às 12h25 e, depois, das 19h30 às 19h55.

Terça e quinta-feira, além do sábado, o programa eleitoral será dos candidatos a presidente da República e deputados federais.

No rádio, são os mesmos dias, mas em horários diferentes. Das 6 horas às 6h25 e das 11 horas às 11h25. Ao todo, o tempo dedicado para candidatos ao governo é de nove minutos; para o Senado são sete e deputados nove minutos também.

Como define - A distribuição do tempo obedece a dois critérios: de todo o tempo de propaganda, 10% deve ser dividido igualmente entre todos os partidos, independentemente de terem representação ou não no Congresso.

Os outros 90% são distribuídos conforme o tamanho das bancadas eleitas para a Câmara dos Deputados. Já a definição da ordem de exposição é feita por sorteio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions