A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

31/08/2016 13:08

Com queda de Dilma, Michel Temer toma posse definitivamente

Dilma deixa o cargo definitivamente, após votação no Senado

Mayara Bueno
Eleito vice, Michel Temer (PMDB) assume a Presidência do País definitivamente. (Foto: José Cruz/Agência Brasil).Eleito vice, Michel Temer (PMDB) assume a Presidência do País definitivamente. (Foto: José Cruz/Agência Brasil).

Michel Temer (PMDB-SP), até então na condição de interino, se tornou o presidente definitivo do País, nesta quarta-feira (31). Terminou há pouco a votação histórica no Senado, que resultou na na cassação de Dilma Rousseff (PT) por 61 votos a favor e 20 contrários. Às 15 horas de Mato Grosso do Sul, Temer tomará posse do cargo, em solenidade no Senado. 

Esta é terceira vez que o PMDB chega à presidência de forma indireta, assumindo o lugar do presidente eleito. Temer tem 75 anos e foi eleito vice-presidente ao lado de Dilma Rousseff, em 2010 e em 2014 e é o presidente mais velho do País. Até pouco tempo, o agora presidente afirmava ser contra o impeachment.

Na fase da primeira eleição, Temer foi discreto e não apareceu em nenhuma propaganda eleitoral. Mas, dois ministros ligados a ele foram nomeados no governo petista, assim que a presidente assumiu. 

Em 2014, na ocasião da campanha para reeleição, Temer foi confirmado novamente como vice de Dilma. Foi ele quem declarou apoio a Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara dos Deputados, na época.

Escândalos de corrupção, investigados na Lava Jato, começaram a ser divulgados, o que piorou de vez a situação de Dilma. Pressionado por seu partido, Temer anunciou o desembarque do governo e apoio ao processo de impeachment no início de 2016.

Ainda presidente em exercício, Michel Temer assumiu o comando do País em maio deste ano, após o Senado aceitar o processo de impeachment. Da mesma forma, Dilma estava afastada somente temporariamente, até que o julgamento final ocorresse.

Histórico - De São Paulo, Temer é graduado em Direito pela USP (Universidade de São Paulo) em 1963. Se filiou no PMDB em 1981 e foi procurador-geral do Estado de São Paulo dois anos depois.

Assumiu a secretaria de Estado de Segurança Pública em 1984 até 1986. Também tentou ser deputado federal, mas não conseguiu ser eleito, ficou na suplência e assumiu o mandato em 1987. 

Em 1992, Michel Temer assumiu novamente a secretaria de Segurança até 1993, mesmo ano que começou a atuar na pasta de Governo. Na mesma década chegou a ser eleito deputado federal e presidiu a Câmara dos Deputados. Desde 2001, é presidente nacional do PMDB.

Presidentes sem voto – O PMDB chega ao terceiro membro no posto mais alto do País, sem ter vencido nenhuma eleição para presidente em seus 50 anos de história. Em 30 anos, é a terceira vez que a legenda assume o comando do Brasil sem ter sido eleito para tal.

O primeiro governo federal do partido se iniciou em 1985, com José Sarney. Ele assumiu a Presidência somente por causa da morte de Tancredo Neves, também peemedebista, que venceu a eleição indireta daquele ano. Neves ficou doente e morreu antes mesmo de tomar posse.

Já o segundo presidente se filiou em cima da hora. Itamar Franco entrou no PMDB em maio de 1992, quando o ex-presidente Fernando Collor de Melo já estava em vias de ser afastado. Ele assumiu em outubro daquele ano.

Desde o processo de impeachment começou, a situação histórica divide a opinião, de quem acha que o afastamento é legítimo e baseado nas chamadas pedaladas fiscais, enquanto muitas pessoas defendem a tese de que o processo é um golpe. 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions