ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 20º

Política

Com Rose e Mandetta no pleito, União Brasil consolida aliança com Podemos em MS

Candidatos das eleições deste ano foram confirmados nesta manhã

Por Guilherme Correia e Karine Alencar | 05/08/2022 10:36
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
A candidata ao governo de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto. (Foto: Henrique Kawaminami)
A candidata ao governo de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto. (Foto: Henrique Kawaminami)

A aliança entre os partidos União Brasil e Podemos foi consolidada na manhã desta sexta-feira (5), durante convenção partidária, em Campo Grande. Rose Modesto (União) encabeçará a chapa como candidata ao governo do Estado e terá Alberto Schlatter (Podemos) como vice.

Segundo ela, a escolha foi por conta de valores e experiência no agronegócio, principal fonte da economia sul-mato-grossense. “Ele é uma pessoa que tem muita experiência de vida, que fez muito pelo agro, carro forte do Estado. Além disso, ele é um homem cristão com princípios e valores.”

A preocupação da candidata é que, segundo ela, cerca de 38% dos eleitores não conhecem seu nome. Ela afirma que quer “chegar lá e mostrar o trabalho”, por meio desta parceria.

Schlatter ressaltou que está confiante no projeto e destacou, mais de uma vez, seus princípios religiosos. “Como sou uma pessoa cristã, sinto uma tranquilidade muito grande, que isso é um projeto de Deus e vamos vencer tranquilamente. Vamos defender a honestidade e princípios. Estou na disposição daquilo que eu puder ser usado por Deus.”

Mesmo com a mudança de Rose Modesto para o União Brasil, o presidente do Podemos, Sérgio Murilo, afirma que segue aliado da ex-vice-governadora e deputada federal licenciada. “Estamos aqui hoje, consolidando e confirmando que a Rose Modesto é a nossa candidata ao governo de Mato Grosso do Sul. Estamos felizes e contentes.”

Sempre dissemos que o nosso caminho, desde 2019, era com a Rose Modesto. E a Rose Modesto, por um momento de facilidade eleitoral, preferiu optar pelo União Brasil e nós concordamos com isso”, disse o presidente do Podemos.

A decisão, inclusive, foi no caminho contrário à definição nacional do partido, em relação à Presidência. A definição seria de apoiar Simone Tebet (MDB), mas por conta da aliança regional, o apoio será prestado a Soraya Thronicke (União).

Rose Modesto em diálogo com Luiz Henrique Mandetta (de camisa branca). (Foto: Henrique Kawaminami)
Rose Modesto em diálogo com Luiz Henrique Mandetta (de camisa branca). (Foto: Henrique Kawaminami)

Senado - O ex-ministro da Saúde e candidato ao Senado, Luiz Henrique Mandetta (União), reforçou a aliança entre União Brasil e Podemos e elogiou o presidente do outro partido, que será primeiro suplente dele. “O momento agora é o de construir o maior número possível de pontes de diálogo”, disse.

Ele ressalta que pretende legislar para diferentes grupos. Segundo ele, é importante que o político não seja “monotemático”.

Mandetta destacou a insegurança alimentar que atinge todo o País, por conta de políticas nacionais, bem como o racismo estrutural e feminicídios presentes em Mato Grosso do Sul. Ele frisou que “a pandemia não acaba somente com o fim da doença”, se referindo à sequelas, sobretudo na educação.

Veja a lista de candidatos do Podemos:

Senado: 

  • Sérgio Murilo (1° suplente)

Deputados federais:

  • Carlos Augusto

  • Flávio Moura

  • Vinícius Siqueira

  • Wilson Matos

  • Athayde Nery

  • Sidnéia Tobias

  • Dione Hashioka

  • Maria Telma

Deputados estaduais: 

  • Rinaldo Modesto

  • Altamir Almeida

  • Cledinaldo Cotoco

  • Danilo Luiz

  • Dorvair Oliveira

  • Francisco Gonçalves

  • Fred Alexandre

  • Helio Gauto

  • Issan Fares

  • Jeferson Junior

  • João Bosco

  • José Jacinto

  • Maurício Correa

  • Marcelo Maurão

  • Gabriela Pimenta

  • Gisleine Valejo

  • Lenir Maciel

  • Lilian Mendes

  • Raissa Lopes

  • Isabel Acosta

Nos siga no Google Notícias