A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018

15/12/2010 10:25

Comissão aprova orçamento com cota de R$ 1 milhão por deputado

Marta Ferreira e Aline dos Santos

Projeto deve ser votado ainda hoje pela Assembleia

A Comissão de Acompanhamento e Execução Orçamentária aprovou hoje o projeto do Orçamento para 2011 com apenas 2 das 247 emendas apresentadas incorporadas. As outras 246 foram incluídas como emendas de metas, ou seja, figurarão como sugestões.

Das duas emendas incluídas na proposta que será apreciado no plenário hoje ainda, uma é que a destina uma cota para as emendas individuais dos deputados, no total de R$ 24 milhões, ou seja, R$ 1 milhão para cada parlamentar. Isso significa R$ 200 mil a mais do que a cota que vigorou em 2010 para investimento nas bases eleitorais dos deputados.

A outra emenda é que a altera a distribuição dos recursos para os outros poderes, em razão da mudança feita após acordo que permitiu aumentar os valores destinados ao Judiciário e ao Ministério Público Estadual.

Valor-A proposta do orçamento prevê um total de R$ 9 bilhões em investimentos para o próximo ano, o que equivale a aumento de 5,6% em relação à proposta deste ano.

O projeto pode receber emendas ainda no plenário durante a votação. O ano legislativo termina amanhã, com a última sessão do ano, e por isso o projeto tem de estar aprovado até lá.



Mais uma vez parabéns para nossos parlamentares, que visam apenas interesses próprios, a população enquanto isso fica chupanto o dedo.
Está na hora dos parlamentares pararem de pensar em si próprio em cumprir realmente o que é interesse da população e o que prometem.
 
JOSÉ CARLOS SILVA em 15/12/2010 12:54:00
Acho que não deveriam pagar nenhum duodécimo para ninguém, servidor estadual do poder executivo nunca recebeu, e enquanto ao repasse ao judiciario e ministerio publico é uma vergonha depois do escandalo a ainda é aprovado, falta de maturidade dos deputados teremos nas proximas eleições filtrar bem esses candidatos, assim não condições acabar com impunidade...
 
elidio vicente pereira filho em 15/12/2010 12:39:00
Isso é uma vergonha!!! interesse particular, vamos trabalhar em favor do povo, do MS, quem teria que aprovar isso aumento de verba, seria a população!!!!
 
Valter Vieira Alves em 15/12/2010 12:22:00
Que piada...aprovam emenda apenas de interesse individual. Nossos parlamentares estão fazendo feio com nossa população e fazendo bonito com seus interesses particulares.
 
Adenilson Cristaldo em 15/12/2010 11:36:00
A Defensoria Publica precisa de mais recursos do que o Ministerio Publico e o Tribunal de Justiça. O trabalho dos Defensores é em prol da cidadania e dos mais humildes que não podem pagar advogado. Falta até material de consumo para eles trabalharem dignamente, mas infelizmente els não acusam e nem julgam as autoridades, por isto não aumentam o ducodecimo deles. VAMOS AUXILIAR A DEFENSORIA A AUMENATR O DUODECIMO.
 
nelson dias neto em 15/12/2010 10:39:00
"Que piada...aprovam emenda apenas de interesse individual. Nossos parlamentares estão fazendo feio com nossa população e fazendo bonito com seus interesses particulares."

E a população que não se manifesta contraria em relação a isso, quando as pessoas vão aprender a reclamar seus direitos, não fico mais indignado por que posso dizer que não escolhi nenhum desses "parasitas" diretamente, sempre voto numa legenda fraca.
Como eu digo nós somos os patrões desse pessoal, nós é quem deveriamos reclamar diretamente com eles e exigir respeito.
 
Oswaldo Junior em 15/12/2010 02:34:38
Como a "justiça" corre rápido quando o assunto a se tratar é benéfico aos nossos preciosos governantes, lamentável que questões tão mais importantes que esta, levem anos para se resolver por conta da malandragem de quem, nós, o povo, elegeu para comandar o Estado. É manter a fé e torcer para que, um dia, politicos façam o que devem fazer.
 
Tiago Santi Grasel em 15/12/2010 02:07:04
Sou servidora do Poder Judiciário, é lamentável falarem que podemos sobreviver sem o duodécimo, essa pessoa está por fora, precisamos manter as Comarcas (prédio, material, veículos, etc... fora o pgto da folha, pode até ser muito desigual , estamos lutando para que isso melhore, porém, precisamos do mesmo.
 
Rosemary Marques em 15/12/2010 01:36:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions