A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/05/2016 11:03

Delcídio do Amaral pede nova licença no Senado; desta vez, de 100 dias

CCJ analisa agora se o processo será votado em plenário

Mayara Bueno
Senador Delcídio do Amaral (sem partido). (Foto: Arquivo)Senador Delcídio do Amaral (sem partido). (Foto: Arquivo)

O senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), que pode ter o mandato cassado nos próximos dias, pediu ao Senado uma nova licença, desta vez de 100 dias. O pedido foi feito na manhã desta quarta-feira (4), mesmo dia em que a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) analisa o pedido de cassação.

De acordo com a assessoria do parlamentar, a licença seria para tratar de assuntos particulares. O pedido, no entanto, pode ser rejeitado pelo parlamento e, desta forma, possivelmente Delcídio terá de retornar ao Senado na quinta-feira (5), quando a licença em vigência termina.

Desde que saiu da prisão, em fevereiro deste ano, Delcídio pediu licença por pelo menos quatro vezes, todas de 15 dias. Os primeiros motivos eram para realização de exames médicos, agora para assuntos particulares.

Na terça-feira (3), os integrantes do Conselho de Ética decidiram, por unanimidade, pelo prosseguimento do processo de cassação de Delcídio. Basta agora que a CCJ aprove para que o pedido vá para o plenário da casa de leis. Lá, só será aprovado se houver maioria absoluta, com 41 senadores a favor.

Depois da votação na Comissão de Ética, os senadores teriam o prazo de 10 dias para que a CCJ analisasse o pedido, no entanto, o parlamento decidiu convocar uma sessão extraordinária para hoje. Com isso, defesa que seria feita pessoalmente por Delcídio foi cancelada.

A apresentação do relatório ocorre cinco meses depois que a Rede Sustentabilidade e o PPS protocolaram no conselho uma representação contra o senador, pedindo a instauração de um procedimento disciplinar contra ele. O Conselho de Ética deu início ao processo em dezembro do ano passado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions