A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/07/2016 15:12

Delcídio, Lula e mais cinco viram réus por tentarem obstruir a Lava Jato

Michel Faustino
Lula, Delcídio e Bumlai se tornaram réus por suposta obstrução à Operação Lava Jato. (Foto: Reprodução)Lula, Delcídio e Bumlai se tornaram réus por suposta obstrução à Operação Lava Jato. (Foto: Reprodução)

O ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido) e mais seis pessoas, entre elas o ex-presidente Lula e o pecuarista sul-mato-grossense José Carlos Bumlai, se tornaram réus, em decisão da Justiça Federal de Brasília, nesta sexta-feira (29), por tentarem obstruir a Operação Lava Jato. Eles são acusados de participar de uma trama para comprar a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Segundo informações divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo, foram denunciados ainda, o filho de José Carlos Bumlai, Maurício Bumlai, o banqueiro André Esteves, Diogo Ferreira Rodriguez, ex-assessor de Delcídio, Edson Siqueira Ribeiro Filho, que atuou na defesa de Cerveró.

O procurador da República no DF Ivan Cláudio Marx fez acréscimos à peça inicial para ampliar a descrição dos fatos e as provas que envolvem os acusados. O chamado aditamento é mantido sob sigilo.

Ao confirmar a denúncia, o procurador da República no DF Ivan Cláudio Marx fez acréscimos à peça inicial para ampliar a descrição dos fatos e as provas que envolvem os acusados.

O TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região ainda vai definir o juiz responsável pelo caso. Isso porque a denúncia tinha ficado com o juiz Ricardo Leite, que protagonizou polêmica na Operação Zelotes, mas a defesa pediu redistribuição porque a ele é responsável sobre casos envolvendo lavagem de dinheiro. Segundo a PGR, Delcídio e os outros acusados teriam atuado para comprar por R$250 mil o silêncio de Cerveró.

A PGR informou que o ex-presidente Lula teria sido atuante neste processo e, inclusive, “impediu e ou embaraçou investigação criminal que envolve organização criminosa, ocupando papel central, determinando e dirigindo a atividade criminosa pratica da por Delcídio do Amaral, André Esteves, Edson Ribeiro, Diogo Ferreira, José Carlos Bumlai e Maurício Bumlai”, e pede condenação de todos por obstrução da Justiça.

O investigadores analisaram e-mail, extratos bancários, telefônicos, passagens aéreas e diárias de hotéis. Ambos os citados negam a prática delituosa.

Defesas - A defesa do ex-presidebte Luiz Inácio Lula da Silva disse, por meio de nota, que não recebeu citação relativa a processo que tramita perante a 10a. Vara Federal de Brasília. Mas, quando isso ocorrer, apresentará sua defesa e, ao final, sua inocência será certamente reconhecida.

Segundo a defesa, Lula já esclareceu ao Procurador Geral da República, em depoimento, que jamais interferiu ou tentou interferir em depoimentos relativos à Lava Jato.

 

A acusação se baseia exclusivamente em delação premiada de réu confesso e sem credibilidade - que fez acordo com o Ministério Público Federal para ser transferido para prisão domiciliar.

 

Lula não se opõe a qualquer investigação, desde que realizada com a observância do devido processo legal e das garantias fundamentais. 

 

 



Eita justiça ágil!!!!
O juiz aceitou a denúncia no mesmo dia que foi apresentado.
Nem um estuprador tem um processo analisado com tanta rapidez.
Tudo isso é medo do Lula 2018.

Cabe um esclarecimento ao leitor.
A denúncia contra o Lula é por obstrução a operação lava jato.
O juiz que aceitou a denúncia é o mesmo que foi afastado do caso Zelotes a pedido do MPF por obstrução das investigações.
 
Critico em 29/07/2016 21:29:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions