A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/04/2009 10:01

Delcídio reafirma que não existe acordo com Zeca do PT

Redação

Após uma conversa ao pé-de-ouvido com o governador André Puccinelli, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) concedeu uma entrevista coletiva, nesta sexta-feira, em que reafirmou que não foi selado nenhum acordo com o ex-governador Zeca do PT.

Sem citar nomes, o senador afirmou que parlamentares de "má-fé" trataram de espalhar o boato de que o acordo entre os dois estava selado. "Parece coisa de gente que forçou a barra, que quis usar de esperteza", disse.

Zeca estava acompanhado dos deputados federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS)no encontro com Delcídio. Dagoberto, segundo Delcídio, foi o grande articulador do encontro. Fotos do encontro foram enviadas à imprensa na mesma noite do encontro, onde os dois aparecem de mãos dadas e sorridentes.

Apesar de não haver um acordo selado, Delcídio ponderou que o gesto do ex-governador foi um passo importante rumo a um entendimento. "O Zeca diz que é o candidato. A leitura que eu faço é que foi uma atitude de desprendimento", afirmou.

Delcídio e André participaram na cerimônia de entrega da Medalha Tiradentes para 38 policiais militares e 25 representantes da sociedade civil, no Comando Geral da Polícia Militar, em Campo Grande. Eles foram os últimos a descer do palanque, o que fizeram somente após uma conversa reservada.

O senador afirmou que na conversa com André Puccinelli falou somente sobre demarcação de terras indígenas. Delcídio é um dos defensores de aliança com o PMDB em 2010 e o acordo com Zeca seria o fim da idéia.

O ex-governador Zeca do PT quer voltar a disputar o comando do Executivo estadual e cogita uma chapa com Delcídio e Dagoberto como candidatos ao Senado. Mas divergências e desconfianças de ambas as partes têm impedido um acordo entre os dois.

Hoje, o ex-governador Zeca do PT tem agenda política em Dourados. Um dos encontros será com o o prefeito Ari Artuzi (PDT), que teve o apoio velado do petista nas últimas eleições.

O pedetista também conversou ontem com o governador André Puccinelli. Virou uma peça importante para a disputa em 2010 por integrar partido cobiçado por PMDB e PT.

Zeca continua a percorrer o Estado em campanha pelo diretório regional e de olho na candidatura própria ao governo no próximo ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions