A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

15/08/2018 17:46

Depois de desistir da reeleição, Pedro Chaves admite sair do PRB

Senador afirmou ao Campo Grande News que está "desconfortável" na legenda, que manteve apoio ao PDT de Odilon de Oliveira e substituiu o nome dele na candidatura

Marta Ferreira
O senador Pedro Chaves confirmou hoje recuo da candidatura à releeição. (Foto: Arquivo)O senador Pedro Chaves confirmou hoje recuo da candidatura à releeição. (Foto: Arquivo)

Além de renunciar à candidatura à reeleição ao Senado, o empresário Pedro Chaves já admite deixar o PRB, partido ao qual se filiou cinco meses atrás de olho em uma candidatura única na chapa onde estivesse, para a disputa. Em entrevista ao Campo Grande News, depois de chegar do Paraguai, onde participou da posse do novo governo, Chaves afirmou que está “desconfortável” na legenda, porém tirará um tempo para avaliar os próximos passos.

“Estou desconfortável, mas primeiro quero avaliar tudo muito bem, para decidir como agir”. Chaves anunciou a renúncia em carta enviada ao presidente do PRB no Estado, Wilton Acosta, na qual reclama de descumprimento, por parte do PDT, de um combinado que, segundo ele, previa apoio de sua legenda à candidatura ao governo do juiz aposentado Odilon de Oliveira desde que só houvesse um nome para o Senado.

Como o partido também fechou com o Podemos e indicou o advogado Humberto Figueiró para disputar a vaga, Chaves se disse prejudicado e, acusando o PDT de fazer uma “aliança espúria”, retirou-se da disputa.

Ao Campo Grande News, disse também ter se sentido, de certa forma, abandonado pelo partido ao qual se filiou pensando na disputa eleitoral. “O meu partido deveria cobrar o cumprimento do combinado com o PDT, não é”, indagou.

Diferente disso, o PRB, até poucos dias integrante do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), confirmou o apoio a Odilon de Oliveira e estuda substituir Pedro Chaves pelo vereador de Campo Grande Gilmar da Cruz, registrado como primeiro suplente na chapa.

Ao anunciar a decisão, nesta tarde, o presidente do PRB foi sucinto sobre as afirmações de Pedro Chaves para a desistência. “Foram motivos pessoais e nós esperamos que ainda venha público para se explicar", comentou.

Pensando – Ao comentar a não participação de Pedro Chaves na eleição, o governador Reinaldo Azambuja elogiou o senador e disse que gostaria de tê-lo em seu palanque.

Sobre isso, Chaves afirmou ainda não ter uma avaliação. Segundo ele, vai esperar os registros de candidatura se confirmarem, para definir sua participação na campanha.

Empresário do ramo da educação, Pedro Chaves, era suplente do ex-senador Delcídio do Amaral, e assumiu o cargo em maio de 2016. Quando tomou posse, ele estava no PSC, onde ficou até fevereiro deste ano.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions