A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/08/2011 17:59

Deputado Protógenes Queiroz quer pena para corrupto igual a quem mata

Fabiano Arruda
Deputado palestrou para acadêmicos em evento de Direito nesta quinta na Capital. (Foto: João Garrigó)Deputado palestrou para acadêmicos em evento de Direito nesta quinta na Capital. (Foto: João Garrigó)

Palestrante no ciclo de Congressos de Direito, promovido no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, o deputado federal (PCdoB/SP) e delegado federal, Protógenes Queiroz, destacou nesta quinta-feira em Campo Grande o projeto de lei que apresentou na Câmara Federal para equiparar os crimes de corrupção aos crimes contra a vida.

“Não tem diferença do corrupto para o homicida, o que desvia dinheiro público, que faz falta na Saúde, é igual ao que mata seu desafeto”, exemplificou o parlamentar.

O projeto de lei (21/2011), “que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na Administração Pública direta, indireta ou fundacional, e dá outras providências”, prevê que a pena para os crimes de corrupção variem de 12 a 30 anos.

Segundo Protógenes, a legislação brasileira não inibe a corrupção, pelo contrário, estimula a atuação dos que definiu como “ladrões da república”.

Com a experiência de atuar do lado técnico e agora do lado político, o delegado, que ficou mais conhecido pela Operação Satiagraha, considerou que o Estado como agente político está muito distante de atender a realidade do País.

“O interesse privado sobrepõe o público e estas organizações criminosas se utilizam da máquina do Estado para desviar bilhões e eles ainda continuam no poder”, comentou, apontando, como solução, dotar o Estado de mecanismos fortes para fazer frente à impunidade.

Líder de operações que flagraram crimes praticados por políticos como Paulo Maluf, Celso Pita, além do banqueiro Daniel Dantas, ele acredita que seus projetos vão equiparar a força das autoridades competentes ao crime organizado. Além do PL 21/2011, Protógenes conta que propôs a lei de número 6.578/2009 que trata especificamente de organizações criminosas.

Opiniões - O deputado federal também opinou sobre as modificações recentes na legislação penal. Questionado se foi a confissão do Estado em que é mais viável modificar a lei do que melhorar o sistema carcerário, já que a legislação torna mais permissiva a questão da fiança para desafogar os presídios, o parlamentar concordou.

“É a confissão do Estado em não resolver as deficiências. Nem a população carcerária quer isto, quer é ser recuperada e ressocializada”, pontuou.

Além da impunidade e corrupção, Protógenes citou como desafios no combate ao crime no Brasil o reforço de proteção às fronteiras, inclusive, em Mato Grosso do Sul.

Congresso discute mudança no Código Penal e corrupção
Seminário terá palestras de Protógenes Queiroz e Fausto de SanctiA minirreforma do Código do Processo Penal será discutida a partir de hoje no Ciclo...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


Parabens pela boa vontade senhor Protogenes, pena que os corruptos não aprovarão tal lei!!!
 
daniela rodrigues em 06/08/2011 01:32:13
Parabéns, Deputado Protógenes Queiroz, tomara que o seu projeto neste sentido venha a se tornar lei funcional mesmo. Porque não é possível tanta roubalheira nos cofres públicos, dinheiro dos cidadãos deste País e ficam os ladrões sem nenhuma punição. Infelizmente nosso país com a legislação que tem só incentiva a corrupção. São os chamados crimes de colarinho branco ou se preferirem os crimes de paletó e gravata.
Não que seja correto, se uma pessoa entra num mercado e pega alguma coisa até mesmo para comer porque está morrendo de fome, saem correndo atrás dele e dizendo pega ladrão, pega ladrão. Em segundos é pego e entregue para a polícia para responder pelo ilícito. E os ladrões de grandes fortunas nesse país. Ninguém já ouviu, pega ladrão, pega ladrão. A lei não é para todos ? Há País cheio de incoerência ! Tenho dito.
 
João Alves de Souza em 05/08/2011 12:04:50
Deputado Protógenes, será que o Sr. vai conseguir aprovar esta lei? ACHO IMPOSSÍVEL pois seus colegas só legislam em causa própria e não vão nunca querer uma Lei que vai condena-los. Peço a Deus que proteja o sr. e o sr Odilon. Cadeia nos corruptos e ladrões e jogue a chave fora.
 
gloria aparecida em 05/08/2011 11:25:41
Assim como quem comete crimes dolosos contra a vida remete a ser julgado pelo povo, mediante os jurados, nada melhor eles mesmo julgarem quem os rouba sua moradia, saúde, educaçao, lazer enfim sua dignidade e perspectiva...........

NÃO VEJO DIFERANÇA ENTRE CORRUPTOS E HOMICIDAS!
 
Igor derzi Malheiros em 05/08/2011 08:38:27
FINALMENTE ALGUEM NESTE CONGRESSO IMUNDO COM DESCENCIA...AGORA SERA QUE ALEM DELE QUEMIRA VOTAR AFAVOR...PROTOGENES PARA PRESIDENCIA....PESSOAS ASSIMQUE TEM QUE SURGIR....ODILON PODERIA SAIR CANDIDATO TAMBEM.
 
dhimy glauber em 05/08/2011 07:42:09
Concordo eles sao ate mais do que criminoso pois quando desvia dinheiro da saude da educacao do transporte etc.. estao matando nao so uma pessoa sao varias vidas que estao sendo ceifadas temos que acabar com essa corrupcao ta uma vergonha.
 
Valentim Peixoto em 05/08/2011 07:15:49
A corrupção deveria ser tratada como crime ediondo, pois sabemos os danos que ela causa aos cofres publicos. Mais por outro lado, vejo que nao ha nenhum interesse politico em mudar essa situaçao, o que se ve e o grande numero de representantes do povo mergulhado em falcatruas, desvios de verbas e tudo acaba em nada como sempre.
 
jose ronaldo da silva em 05/08/2011 07:14:38
Sr deputado, sua atitude demonstra que ainda podemos acreditar que nem tudo está perdido, que ainda existe politicos que tem dignidade e caráter, a partir de hoje estarei sempre orando a "DEUS" para que ele venha a iluminar sua trajetória política.
Que o Senhor, o abençõe em nome de "JESUS".
 
jorge miranda em 05/08/2011 01:30:07
Louvável o projeto de lei. A impunidade no Brasil fomenta o crime. E o crime realmente compensa para quem tem cara de pau, pois imagina roubar milhões e ter como pena ficar alguns meses na prisão e ser notícia de jornal apenas...vocês já viram corrupto preso, prisão de verdade...anos a fio !!!??? Eu nunca vi..... Parabéns deputado pelo projeto de lei !!!!
 
Fábio Vieira em 04/08/2011 10:53:17
Partiu de um deputado do PCdoB, porque os demais partido inclusive o PT que tanto pregou e prega a ética, hoje vivem se cotovelando no corredores do congresso fazendo politicagem e negociatas para empresas privadas fazerem seus caixas para depois financiar os mesmos e assim se faz o circulo vicioso da corrupção na maquina publica e como o nobre deputado disse que o estado esta distante dos anseios do povo, ou seja mostrou que os partidos que governam e governaram décadas não tem compromissos com a nação e sim com seus apadrinhados misturando publico e privado. Este projeto deve ser sim divulgados e colocado para a sociedade debater e assim tentar diminuir a roubalheira e a pilantragem nos cofres públicos.
 
Samuel Martins Alonso em 04/08/2011 09:29:10
DEPUTADO, TODA AÇÃO PRA COMBATER A CORRUPÇÃO É LOUVAVEL. POREM ESSA VOSSA IDEIA NAO TEM COMO SER ATENDIDA, HAJA VISTA NAO TERMOS CONDIÇÕES DE CONSTRUIRMOS MEGA-PRESIDIO PRA HABITAR TANTA GENTE QUE SERÁ PRESO.
EM CONTRAPARTIDA, SUGIRO QUE SEJA O MESMO TIPO DE PENA APLICADA PARA OS CORRUPTOS NO JAPÃO. DAÍ SIM SERA UM VERDADEIRO LIMPA NO NOSSO PAÍS, CORREMOS O RISCO ATE DE A RAÇA HUMANA POLITICA BRASILEIRA VIRAR EXTINTA.
 
LUCIANO MARQUES em 04/08/2011 08:44:17
Bem que ele tentou levar ao banco dos réus o "Horacio Cortez" da vida real, mas lá valeu a influência que contou com a corrupção dos desembargadores federais. Espero que um dia possamos ver aqui no Brasil corruptos na cadeia dividindo espaço com assassinos e trombadinhas!!!
 
Octavio Augusto em 04/08/2011 07:04:21

QUE OS CORRUPTOS, TAMBEM SERÃO LEVADO AO TRIBUNAL DO JURÍ. PARA SEREM JULGADOS, EM PLENARIO PELO CONSELHO DE SENTENÇA.
 
ISRAEL HERRERIAS COLUCE em 04/08/2011 06:56:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions