A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/08/2016 13:23

Deputados esperam conciliar campanha, com trabalho no legislativo

Quatro deputados irão disputar a eleição para prefeito em MS

Leonardo Rocha
Marcos Trad diz que vai se esforçar para manter compromissos na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMSMarcos Trad diz que vai se esforçar para manter compromissos na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS
Coronel David diz que vai ser assíduo em sessões e só fazer campanha nas horas vagas (Foto: Assessoria/ALMS)Coronel David diz que vai ser assíduo em sessões e só fazer campanha nas horas vagas (Foto: Assessoria/ALMS)
Renato Câmara terá que conciliar campanha em Dourados e trabalho na Capital (Foto: Assessoria/ALMS)Renato Câmara terá que conciliar campanha em Dourados e trabalho na Capital (Foto: Assessoria/ALMS)
Ângelo Guerreiro vai disputar eleição para prefeito em Três Lagoas (Foto: Assessoria/ALMS)Ângelo Guerreiro vai disputar eleição para prefeito em Três Lagoas (Foto: Assessoria/ALMS)

Os deputados estaduais garantem que vão conseguir conciliar a campanha eleitoral deste ano, com os trabalhos na Assembleia Legislativa. Dos 24 parlamentares, quatro irão concorrer ao cargo de prefeito, no entanto os demais tendem a ajudar seus partidos e base eleitoral, nos municípios do interior e na Capital.

Marcos Trad (PSD) e Carlos Alberto David dos Santos (PSC) irão disputar a prefeitura de Campo Grande. Eles garantem que vão fazer campanha, sem prejuízo ao legislativo. "Vou cumprir todos os compromissos, inclusive ser assíduo durante as sessões e ao longo do dia, farei campanha nas horas vagas e a noite, quando não tiver evento", disse David.

Marquinhos ponderou que "vai se esforçar" para honrar os compromissos como deputado, mesmo neste período de campanha, que irá durar 45 dias, até a eleição no primeiro turno, que vai ocorrer dia 2 de outubro. "Já estou percorrendo os bairros e conversando com as pessoas, mas quero fazer bem feito o trabalho na Casa".

Já os deputados Renato Câmara (PMDB) e Ângelo Guerreiro (PSDB) irão disputar eleição no interior do Estado, respectivamente em Dourados e Três Lagoas, o que pode dificultar mais a presença no legislativo, mas eles garantem que vão conseguir conciliar.

O presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (PMDB), disse que já conversou com os quatro candidatos, para que a campanha "não interfira" nos trabalhos e que as atividades parlamentares possam seguir normalmente.

O deputado Eduardo Rocha (PMDB) disse que vai apresentar uma proposta aos colegas e a Mesa Diretora, para que as atividades no legislativo se limitem das 7h até 13h da tarde. "Tenho que ajudar campanhas em 14 municípios e os assessores também são agentes políticos, que vão contribuir, por isso vou fazer este pedido".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions