A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

10/02/2015 11:09

Dionizio descarta manobra, renuncia ao mandato e Saci vira vereador

Edivaldo Bitencourt e Kleber Clajus
Dionizio descartou mudança em lei e abriu mão de mandato de vereador (Foto: Arquivo)Dionizio descartou mudança em lei e abriu mão de mandato de vereador (Foto: Arquivo)

Uma reviravolta na vaga de suplente do secretário estadual de Fazenda, Márcio Monteiro (PSDB). Apesar da Câmara Municipal de Campo Grande ter alterado a Lei Orgânica do Município, Elizeu Dionizio (SD) decidiu renunciar ao mandato de vereador para assumir, na tarde de hoje, o mandato na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

Com a renúncia de Dionizio, Francisco Luís Nascimento, o Saci (PRTB), 48 anos, assumiu como vereador e não suplente, na manhã de hoje, na Câmara Municipal de Campo Grande. Ele é líder comunitário do Bairro José Abrahão.

Inicialmente, Dionizio assumiria a vaga de deputado federal sem renunciar ao mandato de vereador. Como Monteiro pretende ficar dois anos na Secretaria Estadual de Fazenda, ele voltaria para o legislativo municipal.

Para atender o parlamentar, a Câmara Municipal mudou, na quinta-feira, a lei municipal e abriu uma brecha que permitia o afastamento sem abrir mão do mandato de vereador.

No entanto, a decisão poderia ser questionada na Justiça e corria o risco de perder o mandato de deputado federal. Para evitar questionamentos, ele decidiu renunciar ao mandato de vereador e assumir a vaga de suplente no lugar de Márcio Monteiro. A renúncia ainda não foipublicada, mas é confirmada pela assessoria de imprensa do parlamentar. 

Ontem, a terceira suplente na coligação de deputada federal, Daniele Santos (PSDB) fez uma representação no Ministério Público e ameaçou ir à Justiça contra a manobra para assumir o mandato de deputado federal sem renunciar ao mandato de vereador. Com 12 mil votos, ela é suplente de três vereadores: Dionizio, Coringa (15.738 votos) e Marcelo Mourão (12.835).

Elizeu Dionizio Souza da Silva, 33 anos, é comerciante, advogado e participa da Igreja Assembleia de Deus Missões. Ele foi candidato a vereador pela primeira vez em 2010, quando foi eleito. Na Câmara Municipal, destacou-se como relator da CPI do Calote, que levou à cassação do mandato do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP).

A posse como deputado federal acontece hoje à tarde. Segundo a assessoria, Dionizio chegou a Brasília com a esposa e realizou reunião com a assessores na manhã de hoje.



É mas o Saci está cassado por compra de votos, como ele vai assumir ????
 
Janae_Pereira em 10/02/2015 17:26:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions