A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

31/07/2013 17:09

Dirigente de associação diz que vice do TJMS agiu de “má-fé” ao fechar a creche

Zemil Rocha

A presidente da Associação de Pais e Mestres da Creche do Tribunal de Justiça do Estado, Deise Laura da Silva de Souza, ficou revoltada com a decisão do vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargador João Batista da Costa Marques, já disponibilizada no diário do Poder, que cassou a liminar concedida pelo juiz da Vara de Direitos Difusos, Individuais Coletivos e Homogêneo, Amaury da Silva Kuklinski, que determinava a continuidade do funcionamento até o final deste ano.

Para ela, Costa Marques agiu de “má-fé” com as mães dos alunos da creche. “Foi uma comissão de mães falar com ele e nos disse que era contra o fechamento da creche, mas enquanto isso o assessor dele, o juiz auxiliar Vitor Guibo, já juntava no processo a suspensão da liminar assinada pelo desembargador João Batista”, afirmou Deise Laura, decepcionada. “A gente chegou a comemorar, achando que ele ia conceder a preservação da creche”, acrescentou.

Vitor Guibo negou que tenha tomado qualquer providência relativa ao caso da creche, explicando que não está vinculado ao gabinete de Costa Marques, mas sim do presidente do TJMS, como juiz auxiliar. "Ele não tem nada a ver com isso, nem encaminhou nada para publicação", informou a assessoria de comunicação do Tribunal, explicando que o presidente se julgou impedido e o recurso acabou caindo nas mãos do vice, Costa Marques.

O Centro de Recreação Infantil Desembargador Milton Malulei (CREI), que fica na sede do Tribunal de Justiça do Estado, deixará de atender 68 crianças de servidores do Judiciário a partir de amanhã.

Indagada sobre o que as mães que são servidoras do TJMS farão diante do fechamento da creche, Deise Laura respondeu: “Agora não sabemos, mas acho que vamos ter que ir trabalhar com as crianças”.

 

 

*Alterada com acréscimo de informações às 18h37.

 



Politicagem tá no meio que você vive Sonia Carvalho. A gente geralmente fala daquilo que tem conhecimento!!!
 
Caio da Silva em 01/08/2013 13:46:04
Lamentável e por que não inconstitucional essa decisão da atual Administração do TJMS, visto que é um órgão de competência na garantia de Direito, e não o contrário.Principalmente tratando-se de crianças que tem assegurado no Texto Constitucional, No ECA, nas Diretrizes de Base da Educação o direito de crescer em um ambiente seguro, e com pleno desenvolvimento.Com certeza um retrocesso, considerando a atual conjuntura onde se clama por educação e efetividade de direitos.Pode se constatar, que não basta estar escrito, é preciso o Gestor Público ter imparcialidade , e isso está claro que não existe, então 68 crianças são colocadas a vulnerabilidade em um ambiente desfavorável e sem qualidade, e pensam que R$ 300,00 ,irão satisfazer a qualidade e o bem estar destes pequenos.Realmente triste.
 
ELCA DA SILVA SEGATO em 01/08/2013 12:27:40
Pois é Marivan, ninguém é contra todos receberem auxilio-creche, tanto que a liminar manteve a creche E o auxílio, pois a Constituição garante a Creche para todos.
Esse papo de dar auxilio em troca do fechamento da creche por causa do dinheiro é balela pura... pois os custos da creche são muito baixos para o Tribunal, e inclusive seriam menores daqui pra frente, pois a Assembleia Legislativa já havia destinado verba para ampliar e melhorar a creche, e os pais também contribuem com uma taxa para comprar os materiais utilizados na educação das crianças.
Além disso, se você estudar um pouquinho de direito, vai ver que a liminar estava muito bem embasada, bem ao contrário da decisão do tribunal, que se fundamentou num recurso totalmente descabido (não havia lesão nenhuma à ordem pública).
 
Bruno Silveira em 01/08/2013 09:08:32
isso sem considerar a "politicagem" que devia existir nessa creche!!! dentre outras "cousitas" mais!!!
 
sonia carvalho em 01/08/2013 08:24:23
Sr. Marivan, por que ao invés de ficar puxando o saco do Presidente o senhor não vai lutar para aumentar o seu salário??? ou então, vai lá pro Sindicato cobrar atitudes???
 
Luciane Nardo em 31/07/2013 20:10:49
Caro Sr. Marivan Miranda, tenho certeza que a servidora Deise não está preocupada com a perda do grande cargo de Presidente da Associação de Pais e Mestres do Crei já que não percebe salário para ocupar tão grandioso cargo, que está mais para encargo....Quanto ao auxilio creche, somos imensamente a favor de que ele exista, inclusive, a própria Deise já falou com o "seu" Presidente (posto que bem sabemos que o senhor é um imenso fã) da necessidade de se aumentar o valor, já que R$300,00 não são suficientes. A Associação luta pela permanência do CREI por se tratar de uma instituição séria e que há 20 anos (quase o seu tempo de trabalho do Fórum), vem cuidando da intelectualização das nossas crianças, inclusive, de filhos e netos de juízes e desembargadores (seus admirados).
 
Luciane Nardo em 31/07/2013 20:09:03
Os pais de crianças da creche só estão lutando por um direito já adquirido, não estão buscando levar vantagem sobre as outras comarcas. Agora se no interior não pode ter uma creche do mesmo padrão a solução é fechar a da capital? Pensamento pequeno, então vamos fazer isso com hospitais tb, se não pode ter no interior do mesmo padrão vão fechar os da capital.
 
levi junior em 31/07/2013 18:46:56
Pelo que me consta, eu li nesse mesmo site o Deputado Gérson Domingues empenhando a sua palavra de que a creche não seria fechada.
 
Cesar Pereira em 31/07/2013 18:42:15
E seu cargo Marivan? É de presidente??????
Parece que sim!
 
mariana fonseca em 31/07/2013 18:21:49
Marivan Miranda, ridículo o seu comentário. Realmente todos somos filhos de Deus e todos deveriam ter direito á creche mas isso não é problema meu nem seu e sim obrigação do estado de garantir. No caso da creche do Tj, o presidente só quer fechar a creche para abrir um restaurante e sala de festas para juízes e magistrados. Sabia que ele são filhos de um DEUS diferente? Eles tem auxílio alimentação de aproximadamente R$ 1200,00, auxílio saúde, salários altíssimos, as festas são regadas a muita cerveja pago por dinheiro público e só continua assim pq pessoas como você em vez de brigar por seus direitos fica cuidando da vida dos outros. deveria imitar a deise e grupo de mães que honrosamente correram atrás. E se identifique melhor , pq eu sei bem de quem são essas palavras!
 
solange da silva em 31/07/2013 18:20:32
Fecharam a creche, acabaram com os shows e negaram reajuste para os servidores do Município, mas o processo do mensalão da Assembleia eles adiam novamente. Engraçado, para prejudicar a população e servidores julgam rápido, para acabar com os bandidos da assembleia eles enrolam. Será que os desembargadores devem alguma coisa?
 
Rafael Santos em 31/07/2013 18:18:04
Deise sei que é difícil para vc perder seu cargo de Presidente,como tbém sei que está sendo complicado p/ as mamães que tinham seus filhos na melhor creche do Estado, mas vc já pensou no benefício que foi criado pelo TJ, para as centenas de mães que não possuiam os mesmos direitos de uma creche, mesmo elas sendo funcionarias do do mesmo orgão, e que Hoje todos podemos contar com a Ajuda de colocarmos nossos filhos nas mesmas condições, claro que seria muito bom termos a mesma estrutura em todas as Comarcas, pense bem todos nós somos filhos de" DEUS" ,Não vem me dizer que vc já não estava alertada sobre o fechamento, pois desde a posse do Presidente ele já havia informado o fechamento da Creche, pois não achava justo os demais servidores não possuirem o mesmo direito.
 
marivan miranda em 31/07/2013 17:37:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions