A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/04/2016 20:36

Em 3 votações, OAB define os últimos 3 indicados à vaga de desembargador

Nyelder Rodrigues e Michel Faustino
Presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, anuncia os últimos escolhidos (Foto: Alcides Neto)Presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, anuncia os últimos escolhidos (Foto: Alcides Neto)

Os advogados Gabriel Abrão Filho, José Rizkallah Junior e Rodolfo Souza Bertin fecham a lista de seis nomes indicados pela OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul) ao cargo de desembargador do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Para definir a lista completa, foi necessária a realização de quatro votações.

Na primeiro, os escolhidos foram Alexandre Bastos, com 31 votos, Honório Suguita, que teve 28 votos, e João Arnar, 27 votos. Na segunda votação, Gabriel Abrão Filho recebeu 25 indicações, enquanto José Riskala Junior teve 23. Já na terceira, Fábio Trad (15) e Bertin (16) foram selecionados para uma quarta votação entre os dois, sendo que a última vaga ficou com Bertin, com 17 votos.

Foi necessário realizar três votações porque é preciso obter pelo menos 18 indicações para assegurar a vaga. No primeiro pleito, apenas três passaram desse limite mínimo. Já no segundo, só Gabriel e Riskala conseguiram. Nestas duas sessões, Fábio Trad ficou a apenas um voto de conseguir o mínimo necessário de indicações.

"É uma honra representar à OAB. Foi um trabalho muito duro feito nos últimos dias. A minha escolha aconteceu através de um processo democrático legal", disse Bertin, um dos mais novos no pleito, com apenas 37 anos - 15 deles na advocacia. "Me preparei dois dias para enfrentar essa sabatina e agora espero a decisão do TJ", afirma o advogado.

Ao deixar a sede a OAB, Fabio Trad conversou com a imprensa. "O Conselho tem o direito de escolher quem eles entendem que seja o melhor. Eu tenho certeza que eu fiquei de fora não por causa dos meus defeitos, talvez pelas minhas qualidades", lamenta ex-deputado federal que recebeu o apoio de outros advogados, que demonstração insatisfação pela não indicação dele, durante a votação.

Ao todo, 17 advogados concorreram a uma vaga na lista sêxtupla que a OAB-MS deverá enviar ao TJ. Os escolhidos pela Ordem deverão passar por novo processo seletivo do Tribunal, onde três serão indicados em nova lista para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que escolherá enfim o novo desembargador.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions