A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/08/2013 13:48

Empresa quer R$ 120 mil por mês para manter vereadores no atual prédio

Lidiane Kober e Jéssica Benitez

Provocado sobre a proposta do vereador Alex do PT para a Câmara Municipal renegociar aluguel e seguir no mesmo endereço até nova sede ser construída, o presidente do legislativo, vereador Mário César (PMDB), revelou, nesta terça-feira (20), que os proprietários pensam em cobrar R$ 120 mil mensais e aproveitou para intimar o prefeito Alcides Bernal (PP) a decidir o destino da Câmara.

“É uma ótima ideia, mais é preciso ver se o prefeito vai aceitar, porque até hoje ele não ofereceu nenhuma maneira pragmática de resolver o problema, já fizemos várias propostas e, até agora, não temos resposta”, disse Mário César. “Também deve ser conversada a questão do aluguel. Para mim, chegou informação que a Haddad vai cobrar R$ 120 mil por mês”, emendou.

Pela proposta de Alex, líder de Bernal na Câmara, a ideia é reunir o prefeito e o presidente da Câmara para bater o martelo em torno do projeto de seguir mais dois anos no atual prédio até uma sede oficial ser construída. “Se o Ministério Público não aceitou R$ 35 mil por mês, não aceitará o novo valor”, ponderou Mário César.

Ainda sobre a polêmica do despejo dos vereadores do prédio, o presidente fez questão de informar que a ideia de construir uma sede própria partiu da Câmara e não do prefeito. “O projeto de construir sede oficial não é do Executivo, é do Legislativo, tanto que incluímos a proposta na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e tudo indica que Bernal irá colocar no PPA (Plano Plurianual)”, frisou.

Por ordem judicial, os vereadores têm até março para deixar o atual prédio. Na semana passada, o legislativo fechou acordo com o Executivo, na frente do MPE (Ministério Público Estadual), para apresentar até 15 de outubro uma solução para o impasse. “A preocupação é tanta que o próprio Santini (procurador-geral do município) disse que pode haver intervenção estadual se não resolver isso”, finalizou Mário César.



Imagine senhores eleitores, gastar 120.000,00 por mês para manter 29 criaturas inutilmente e com mais despesas mensais absurdas com Salários e outros. Teria que fechar essa coisa e investir o dinheiro em moradia.
 
luiz alves em 21/08/2013 07:40:19
Pessoal!!!! Mandem para a Cabreúva, aonde seria a rodoviária, tem uma excelente visão, plana, estacionamento amplo, gasto pouco??....mas...
 
Paulo Cezar Pinto em 21/08/2013 06:58:07
Gente, eu não consigo acreditar que a prefeitura de Campo Grande não tenha um terreno grande pra construir uma Câmara de vereadores. Quanto à construção será que estão imaginado o que? Algo em torno de quanto? 100 milhões?! Só pode. Ou ainda não chegaram a um consenso quanto à divisão do bolo?
 
Valter Castilho em 21/08/2013 00:00:51
Acredito que uns R$=20.000,00 mensais está ótimo,durante os 02 anos para construção da nova sede,desde que o prédio atual seja entregue em perfeitas condições de uso conforme cláusulas contratuais, se existe dívidas anteriores conforme comentário do Sr.Moacir Cafaro, os vereadores devem se reunir com os credores e definir valores e prazos para pagamento,talvez que seja equivalente aos 24 meses ou mais, tudo pode ser possível mediante negociação,agora a câmara municipal da Capital passar por caloteira aí não, é simplesmente inacreditável.
 
Abel dos Santos em 20/08/2013 22:34:28
Os vereadores devem, por bem e pelo mínimo de moral, se mudarem para a antiga rodoviária. Por mim poderia colocar mesas e carteiras escolares para eles trabalharem. Os vereadores estão onde estão para representarem os eleitores e não para usurpar a verba pública. Se pagam um aluguel altíssimo naquele prédio, que sejam transferidos, e o valor de 1 ou 2 meses que pagaríamos em aluguel, investidos na adequação. Eu sinto muito por todos nós que somos obrigados a engolir seco, goela abaixo estes tipos de seres. Mas façamos assim... dia 07 de setembro vamos a rua novamente, e senhores vereadores, se tiverem coragem, permaneçam na câmara a fim de ouvir o clamor do povo campo-grandense.
 
Renan Calheiros em 20/08/2013 18:32:04
Reina a cara de pau de certos vereadores em ainda querer ficar neste prédio. Querem pagar aluguel ou então enfiar tudo em certos bolsos. Com o valor de 2 anos de aluguel(120 mil reais) dá pra fazer uma boa reforma na antiga rodoviária e dar uma cara nova para aquela região. Tomem tenência seus caras de pau. Falam de milhões como se este dinheiro fosse brinquedo e fácil de conseguir.
 
Elton Santos em 20/08/2013 16:41:15
Eu sou da seguinte opnião, o meu bem material vale quanto eu for pedir nele, portanto se o Haddad tá pedindo R$ 120 mil, quer ficar paga, não quer saia, ele ainda está sendo bonzinho, eu não aceitaria alugar nem por 1 milhão por que a camara não vai pagar, não pagou quando era 5 mil, não pagou quando era 30 e não vai pagar nunca porque são caloteiros, Haddad meu amigo, pula fora que inquilino caloteiro é uma desgraça.
 
Moacir Cafaro em 20/08/2013 16:06:29
Vereadores sem noção. Qualquer analfabeto sabe que com 120 mil
mensais se constrói uma sede cinematográfica para a Câmara. Basta
a prefeitura entrar com o terreno. Na Hiroschima tem uma quadra fechada
pertence a prefeitura. Respeitem o dinheiro público.
 
jose maria santos em 20/08/2013 15:47:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions