ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 21º

Política

“Eu não vou fazer campanha nenhuma”, diz Soraya sobre candidatura de Loester

Em convenção, deputado passou por cima da pré-candidatura do vereador Vinícius Siqueira

Por Tainá Jara | 15/09/2020 17:55
Senadora Soraya Thronicke (PSL) (Foto: Silas Lima)
Senadora Soraya Thronicke (PSL) (Foto: Silas Lima)

Novos capítulos da novela envolvendo a pré-candidatura a prefeito de Campo Grande pelo PLS estão por vir. Ainda sem saber sobre o resultado do pedido de impugnação do nome do deputado federal Loester Carlos (PSL), a senadora e presidente estadual do partido, Soraya Thronicke (PSL), afirma que se nega a apoiar o companheiro de sigla, independente da decisão da Justiça Eleitoral.

O deputado “passou a rasteira” no vereador Vinícius Siqueira, apontado como nome para concorrer como chefe do Executivo na Capital, em convenção realizada no último domingo, se colocando na disputa.

Diante do “golpe”, a senadora considerou o evento inválido, conforme normas estatutárias e novo presidente municipal foi definido, além de convocação para nova convenção para amanhã. Antes disto, o deputado estadual, Eduardo Contar, também com disposição de concorrer ao cargo, também foi passado para trás.

Em agenda na Governadoria, na tarde desta terça-feira, a senadora reiterou o posicionamento. “Se ele ganhar na Nacional, tranquilo. Campo Grande vai escolher. Eu não vou fazer campanha nenhuma e no segundo turno vou escolher quem apoiar se eu achar que vale a pena”, explicou.

Soraya destacou ainda que a intenção do partido era realizar coligação com outro partido na chapa majoritária e que o deputado acabou passando por cima disto também, indicando a esposa de um assessor como vice.

“Nós tínhamos planos. Os planos de todos foram de um dia para noite derrubados. Levamos o maior susto. Então, a minha mão continua firme, gente”, afirmou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário