A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/12/2013 08:58

Funai tem de parar de “fazer besteiras” e prejudicar a “paz”, diz Puccinelli

Josemil Arruda
Governador também criticou o governo federal por promessa de compra não cumprida (Foto: arquivo)Governador também criticou o governo federal por promessa de compra não cumprida (Foto: arquivo)

O governador André Puccinelli criticou esta manhã a atuação da Fundação Nacional do Índio (Funai) em Mato Grosso do Sul. “A Funai tem de parar de fazer besteiras e radicalizar. Quando ela não se metia demais, havia paz no campo”, afirmou.

Para ele, a falta de uniformização da ação do governo federal, aí incluída a Funai, prejudica a relação entre fazendeiros e indígenas. “O governo federal tem de ter uma política clara em que brasileiros índios sejam respeitados e os brasileiros não índios também”, defendeu o governante.

André cobrou o governo federal pela promessa não cumprida até hoje de compra das terras invadidas pelos índios em Mato Grosso do Sul. “O governo não cumpriu o prazo, é frustrante”, afirmou o chefe do Executivo, durante entrevista ao Bom Dia MS, da TV Morena.

Lembrou que quando o ministro da Justiça, José Eduardo, esteve em Mato Grosso do Sul se comprometeu a solucionar o problema em 90 dias, tendo tido posteriormente a autorização da presidente Dilma Roussef. Depois disso houve uma prorrogação para o dia 15 de dezembro, que também foi descumprido.

Com essa situação, segundo Puccinelli, fazendeiros e índios não acreditam mais nas promessas do governo federal de solucionar. Puccinelli destacou que o governo do Estado sempre auxiliou o governo federal na busca da solução. “Mandamos gente para auxiliar na avaliação das terras e apesar disso o governo federal não define. Decisão é dele”, declarou.

 

 

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


SR. GOVERNADOR, Ñ SEI SE V.EXA TÁ SABENDO Q EM 2014 HAVERÁ ELEIÇÕES, E Q OS ÍNDIOS TBÉM VOTAM...
 
NEWTON GALACHE em 28/12/2013 09:51:50
Nas suas palavras, Mussolini pantaneiro, "índio bom é índio morto"? De onde tiraram que a Funai comanda os indígenas? É o mesmo que dizer que o Incra manda no MST! E de onde tiraram que havia paz no campo? De qual paz está falando, da "paz" dos que não não têm voz? Ou da "paz" dos que se fazem de surdos? Ou da "paz" dos que só pensam no lucro e na desigualdade em detrimento do direito à vida? Que paz é essa???
 
Luis Gustavo em 26/12/2013 11:31:07
"Quando ela não se metia demais, havia paz no campo”
Paz no campo = índios mortos e não se fala mais nisso... É assim que era, não que hoje seja muito diferente.
Ah, Gilberto Ferreira de Lima, a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) NÃO é um órgão indígena.
 
Mériele Oliveira em 24/12/2013 09:12:00
O que existe é muita interferência de brancos com diferentes culturas (muitas religiosas)no meio desses que bastante suscetíveis à influências e "indefesos" se lançam à atitudes que não condizem com sua natureza. tão botando minhoca na cabeça deles isso sim.
 
janice paiva em 24/12/2013 07:12:52
o governador tem toda razão. com certeza
 
samuel vosni em 23/12/2013 21:54:49
Nós, Francisco de sá, Gladis alaia, Gilberto ferreira de lima, Francisco josé vidal, Gilberto ferreira de lima e Emmanoel Tolentino, como servidores públicos comissionados, não temos outra satisfação, a não ser apoiar o nosso corretíssimo Governador. Ele tem toda razão... A Funai deveria ajudar os sacrificados fazendeiros deste Estado. Parar de insinuar que os nossos abnegados produtores são posseiros, invasores, etc....
Acreditem se quiserem... Falei tudo!
 
Paulo Chapell em 23/12/2013 17:54:29
A população e a imprensa deveriam visitar as aldeias de Taunais e ver as áreas sem cultura alguma. A fazenda Esperança foi invadida por índios que tem gado. Em Dois irmãos fazenda com 20.000 pés de laranja foi arrendada para gado e o laranjal depredado. Esses abusos se generalizaram após o Ministério Público Federal trazer e apoiar a idéia de "retomada", há dez anos aqui num encontro do TRF-3 em nossa Assembléia. Logo após começaram os abusos sempre apoiados pelas ongs petistas. Mente-se abertamente sobre o assassinato entre os índios, que são difundidos como se fossem mortes por conflito por terra. Há promoção do ódio, isso é parte de um projeto, de uma cartilha ideológica, por isso não se resolve a questão. Quem está no poder quer o conflito, isso é claríssimo e bem sabido.
 
Valfrido M. Chaves em 23/12/2013 17:50:09
se as terras férteis deste estado estivessem repletas de plantação provavelmente não haveria invasões, o que a velha elite deste estado da qual faz parte o governador defendem muita terra para pouco gado pouca produção gerações e gerações só transferindo de pai para filho a terra sem prosperidade sem novas riquezas enquanto isso mato grosso apostando no trabalho de verdade cada vez mais rico e sem conflito indigenas porque não se espelham no exemplo deles
 
pedro paulo em 23/12/2013 15:21:06
parabenizo o governador Andre puccinelli , pleo seu posicionamento, defendendo a paz entre os brasileiros sul Mato-Grossenses. parabéns por assumir uma posição
 
antonio dos santos em 23/12/2013 13:41:53
Concordo com os senhores e com o Governador, felizmente não são todos os índios que não produzem, aqui em nosso estado existem exemplos de comunidades prósperas e produtivas.
Basta ter vontade política e não ficar semeando a discórdia entre os produtores, sejam eles índios ou não.
 
Emmanoel Tolentino em 23/12/2013 12:05:19
eu acho que sao tantos orgaos indigenas ;; funai , sasi,funasa;
chega vamos investir em que m produz; nesse pais . corta essas mordomias dos indios quero ver se nao vao trabalhar ;; no mato grosso tem ate pedagio desse povo nas rodovias isso e um absurdo;;;;
 
gilberto ferreira de lima em 23/12/2013 11:42:00
A primeira vez que concordo com o Dr. Andre. A FUNAI é um cabide de empregos.
 
francisco josé vidal em 23/12/2013 11:26:05
sr, FRANCISCO concordo plenamente com o sr , essa funai e so baderna e so invasao isso ai e o MST indigena
 
gilberto ferreira de lima em 23/12/2013 11:14:27
Porquê será que órgãos,organismos e organizações esquerdistas semeiam tantas mentiras,espalhando o ódio e a discórdia entre as classes??Ahhh.......Se o nosso subsolo pudesse falar.....
Jesus vive...
 
gladis alaia em 23/12/2013 11:06:52
O Governador tem toda razão,a funai é a maior inimiga dos índios,pois,ao invés de fomentar a paz entre índios e fazendeiros,só promove a discórdia.as terras que já foram TOMADAS E ENTREGUE AOS INDIOS ESTÃO NA SUA MAIORIA IMPRODUTIVAS,E,SEMI ABANDONADAS.
 
francisco de sá em 23/12/2013 10:26:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions