A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/08/2013 07:43

Governador lança em parceria com Sanesul pacote de obras de 224 milhões

Leonardo Rocha
Governador lança pacote junto com a Sanesul de R$ 224 milhões (Foto: Divulgação)Governador lança pacote junto com a Sanesul de R$ 224 milhões (Foto: Divulgação)

O governador André Puccinelli (PMDB) irá entregar hoje kits literários para 40 cidades do Estado, às 11h na governadoria. Depois, a partir das 14h30, lança em parceria com a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) um pacote de obras no valor de R$ 224 milhões, que atenderá 42 municípios do Mato Grosso do Sul. A solenidade será no auditório da governadoria.

André irá assinar ordem de serviço no valor de R$ 105,8 milhões, além de entregar obras que totalizam R$ 60,7 milhões. O governador irá aproveitar o evento para anunciar junto com o presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, obras que ainda estão em processo de licitação que chegam a R$ 57,6 milhões.

Meta – De acordo com José Carlos a meta é atingir a cifra de R$ 1 bilhão em investimento até o final do ano. “Além dos recursos próprios, temos expectativa de investimentos do PAC I e II e também da Funasa (Fundação Nacional de Saúde), no qual temos projetos empenhados, portanto ainda poderemos superar esta meta em 2014”, destacou ele.

O presidente da entidade destacou que nestes sete anos de gestão do governador André Puccinelli (PMDB), já foram garantidos investimentos de R$ 832 milhões no Estado.

Pacote – Das 42 cidades que serão contempladas com este pacote, de acordo com a entidade algumas obras estão em destaque. Em Nova Andradina serão investidos R$ 11 milhões na ampliação do sistema de abastecimento de água, onde serão implantadas três estações elevatórias, abrigo de cloração, dois reservatórios elevados que possuem capacidade de 150 mil litros.

A cidade ainda terá um reservatório apoiado com capacidade de 3,5 milhões de litros, 6.084 metros de adutora de água tratada e implantação de 1.954 metros de rede de distribuição de água, além da substituição de 8.336 metros de rede distribuidora e remanejamento de 595 ligações domiciliares de água, no valor de R$ 4,9 milhões.

Em Alcinópolis será disponibilizado R$ 3,8 milhões para implantação do sistema de esgoto, que terá a construção de uma estação de tratamento com capacidade de 10 litros pro segundo. O município ainda vai dispor de uma estação elevatória, 2.090 metros de linha e recalque e 665 ligações domiciliares.

Já em Iguatemi será implantado uma estação de tratamento de esgoto com capacidade de 20 litros por segundo, em 19.481 metros de rede coletora, além de 684 ligações domiciliares e uma estação elevatória que totalizam R$ 4 milhões em obras. Serão destinadas mais de R$ 1 milhão para o sistema de abastecimento de água, com a construção de um reservatório elevado de concreto, uma estação elevatória e a execução de 14.135 metros de rede de distribuição.

 

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


Em meados de 95 e 97 eu vi o empenho do atual Governador, em quanto ainda era Prefeito da Capita/MS em fragmentar a SANESUL, quando transferiu para a ÁGUAS a concessão do fornecimento de água para a Capital, que na época era de responsabilidade da SANESUL. Tal fato ocasionou um sucateamento Estatal SANESUL e a água passou a faturar horrores até a data de hoje. É bom investir em saneamento ainda mais quando se pode gerenciar esses investimentos. Naquela época não era bom investir na SANESUL e sim na ÁGUAS pois quem gerenciava era o atual Governador, hoje é bom investir na SANESUL pois quem também vai gerenciar esses recursos será o atual Governador. O que era ruim naquela época passou a ser bom hoje! Por qual motivo será?
 
Francisco Lima em 29/08/2013 11:57:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions