A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/07/2015 10:33

Governo define data de formação e dia da eleição para diretores

Leonardo Rocha
Com regras definidas e acordadas, eleição para diretores nas escolas estaduais será dia 1° de dezembro (Foto: Arquivo)Com regras definidas e acordadas, eleição para diretores nas escolas estaduais será dia 1° de dezembro (Foto: Arquivo)

O governo estadual, por meio da Secretaria Estadual de Educação, definiu em resolução as regras de todo processo eletivo para a escolha dos diretores da rede estadual, assim como as datas para realização da formação, avaliação dos candidatos e quando será feita a eleição, que ficou para o dia 1° de dezembro de 2015.

Para a definição de todas estas regras, o governo estadual resolveu estabelecer um acordo com a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de MS), para que não houvesse divergências, cada lado cedeu um pouco e se chegou a um entendimento sobre este processo eleitoral.

A categoria conseguiu manter a eleição direta nas escolas escolas indígenas, integrais e Ceada (Centro Estadual de Atendimento ao Deficiente da Audiocomunicação), assim como permitir que servidores administrativos da educação, com formação em Pedagogia, pudessem concorrer ao cargo de diretor. O governo estipulou que alunos a partir do 8° ano poderão votar.

As regras e procedimentos não foram alterados, ou seja, os interessados terão que participar primeiro por uma seleção interna, depois realizar uma capacitação em gestor escolar, tendo uma avaliação sobre suas competências, além da apresentação de um projeto de gestão à comunidade (escolar).

Por fim ficou decido que a eleição irá ocorrer no dia 1 de dezembro deste ano, no período das 8h até às 20 horas. A capacitação e formação irá ocorrer em agosto e setembro, sendo a prova de avaliação em outubro. Os candidatos poderão fazer campanha eleitoral entre os dias 23 a 27 de novembro.

O governo vai implantar uma comissão estadual para organizar e cuidar de todo este processo eletivo, assim como dar orientação devida a comissão escolar. No curso de capacitação é preciso a participação do candidato em todas as atividades, em aulas virtuais, sob pena de exclusão no processo.

Eleição - A secretária estadual de Educação, Maria Cecília de Amendola Mota, ressaltou que a realização da eleição em dezembro se torna até algo positivo, porque o diretor que assumir a escola vai receber no final do ano do atual gestor a prestação de contas adequada e já pode começar em 2016 com a administração bem “redonda”.

Ela ponderou que esta demora para a eleição ocorreu pelo fato da Secretaria estar organizando melhor o processo, para que ocorresse tudo da maneira mais adequada. “Era para ter sido em setembro do ano passado, mas foi alterada em função da eleição, neste ano resolvemos organizar com calma”.

O presidente da Fetems, Roberto Botareli, ressaltou que não há divergências sobre as regras porque tudo foi acordado e que a data da eleição até facilita para quem for entrar no final do ano, pois assume no período de matrícula.

“Nós gostaríamos que acontecesse (eleição) no fim deste semestre, mas tiveram que existir ajustes, principalmente pelo fato do governo ter mudado o projeto no começo do ano, em que houve todo uma discussão para se chegar ao melhor texto”, disse ele.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions