A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/03/2012 13:04

Indústria de bioenergia começa a operar dentro de oito meses em Sidrolândia

Wendell Reis
Deputado avalia que nova indústria deve gerar 1.500 empresas em Sidrolândia(Foto: João Garrigó)Deputado avalia que nova indústria deve gerar 1.500 empresas em Sidrolândia(Foto: João Garrigó)

O deputado Paulo Corrêa (PR) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul na manhã desta terça-feira (6) para comemorar o início da instalação da empresa “Rio Pardo Bioenergia” em Sidrolândia. O deputado revelou que a indústria - que vai investir R$ 130 milhões no Município - é uma das maiores na produção de biodiesel e deve operar em oito meses em Sidrolândia.

Paulo Corrêa participou de uma carreata que marcou a chegada de várias máquinas à fábrica ontem em Sidrolândia. Ele acredita que a empresa proporcionará um grande desenvolvimento, gerando, indiretamente, mais de 1500 empregos.

“ Sidrolândia, que hoje produz soja e manda para processar em outro local, vai processar em Sidrolândia. Isso é muito vantajoso e muito importante”.

O deputado explica que o biodiesel a ser produzido usará solvente orgânico e ração de farelo de soja, proporcionando mais proteínas do que a produção tradicional. Paulo Corrêa fez questão de ressaltar que a instalação da indústria só foi possível por causa da lei de incentivos fiscais do Governo do Estado, aprovada na Assembleia Legislativa, e empenho do prefeito Daltro Fiuza e da secretária de Produção e Turismo, Tereza Cristina.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions