ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 29º

Política

Jerson Domingos é eleito presidente do TCE por unanimidade

Vice-presidente eleito é Flávio Kayatt e conselheiro-geral, Osmar Jeronymo

Renata Volpe | 24/02/2023 11:38
Eleição da presidência do TCE-MS para o biênio 2023/2024. (Foto: Marcos Maluf)
Eleição da presidência do TCE-MS para o biênio 2023/2024. (Foto: Marcos Maluf)

Eleição para presidência do TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul) ocorreu na manhã desta sexta-feira (24), sendo a chapa única eleita por unanimidade, para o biênio 2023-2024.

Assim, Jerson Domingos foi eleito presidente, Flávio Kayatt vice-presidente e Osmar Jeronymo, como conselheiro-geral. Foram contabilizados quatro votos dos conselheiros que ocorreu na frente da imprensa e dos servidores.

Domingos falou sobre as prioridades do TCE nos próximos dois anos e disse que pretende aproximar a sociedade do Tribunal através da Escoex (Escola Superior de Controle Externo). “O Tribunal não pode se resumir apenas na fiscalização do dinheiro público, isso é pouco para o Tribunal. Um dos projetos é funcionar a Escoex no comando do conselheiro Márcio Monteiro, que já foi prefeito de Jardim, deputado estadual e federal, e será bem representada com o perfil dele, para aproximar a sociedade do Tribunal”.

Domingos estava como presidente interino, assumindo depois do afastamento do então presidente, Iran Coelho das Neves, o corregedor-geral, Ronaldo Chadid, e o ex-presidente da corte, Waldir Neves, na Operação Terceirização de Ouro, realizada pela Polícia Federal, em dezembro de 2022.

A decisão do ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Francisco Falcão, determinou ainda que os suspeitos fossem monitorados por tornozeleiras eletrônicas durante seis meses. Eles também estão impedidos de chegar próximo do prédio e ter acesso aos funcionários dos seus gabinetes.

Com relação aos afastados, Domingos disse que compete à Justiça fiscalizar. “O Tribunal é muito grande para que fique na preocupação ou que três elementos temporariamente afastados possam prejudicar o funcionamento do Tribunal. Muito pelo contrário, vamos continuar prestando serviços aos nossos jurisdicionários”.

Jerson Domingos votou na chapa dele para presidência. (Foto: Marcos Maluf)
Jerson Domingos votou na chapa dele para presidência. (Foto: Marcos Maluf)


Nos siga no Google Notícias