ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 26º

Política

Justiça manda prefeito parar de agir como "artista" no trabalho

Se não cumprir a decisão, prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB), terá de pagar multa de R$ 20 mil

Por Fernanda Palheta | 20/06/2024 17:48
Prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB). durante pronunciamento sobre o cancelamento da festa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB). durante pronunciamento sobre o cancelamento da festa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Após o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) investigar a conduta do prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB), em festas da cidade, que fica a 289 quilômetros de Campo Grande, o chefe do Executivo não poderá mais agir como “artista” em eventos municipais com investimento público. A decisão é do juiz da 2° vara da Comarca de Ivinhema, Roberto Hipólito da Silva Júnior.

Segundo a decisão, Juliano participava de “forma inabitual” dos eventos realizados pela administração pública ocupando posições privilegiadas do palco, junto com artistas, e realizando “diversas performances como interpretações de músicas, danças e interações das mais diversas com o público presente”. Com isso ele estaria promovendo sua imagem pessoal. Caso descumpra a decisão, o prefeito deverá pagar multa de R$ 20 mil.

O juiz enfatizou diversas vezes que a decisão não impede a realização de eventos públicos da Prefeitura, nem a participação do prefeito nas agendas públicas. “Não implica na impossibilidade de participação do requerido em eventos públicos, tampouco a vedação à realização de discursos ou outros atos, desde que dentro da razoabilidade que pautam a atuação do administrador”, disse.

“Coibindo-se tão somente a atuação do requerido na condição de atração, com evidente intuito de promoção pessoal”, completou.

Festa cancelada - Com a suspeita do MP, a Festa do Peão, programada para abril foi cancelada. O evento já havia confirmado a presença de atrações renomadas, como Paulo Pires, Icaro e Gilmar, Léo e Raphael, Henrique & Diego, Manutti, Pedro Paulo e Alex, entre outros.

No DOU (Diário Oficial do Estado) desta quarta-feira (6), a Prefeitura de Ivinhema publicou a contratação de três shows que somam R$ 570 mil para a Festa do Peão. Por serem artistas específicos, os pagamentos são feitos com inexigibilidade de licitação.

O show de Paulo Pires, no dia 12 de abril custaria R$ 120 mil. Para a dupla Ícaro e Gilmar no dia 11 de abril seria pago o valor de R$ 250 mil e o da dupla Léo & Raphael no dia 12 de abril, R$ 200 mil.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias