A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/02/2013 08:28

Justiça nega liminar e mantém a expulsão de Lídio Lopes do PP

Aline dos Santos
Lídio quer brigar com Bernal pelo comando do PP em Mato Grosso do Sul. (Foto: Luciano Muta)Lídio quer brigar com Bernal pelo comando do PP em Mato Grosso do Sul. (Foto: Luciano Muta)

A Justiça negou liminar para anular a expulsão do deputado estadual Lídio Lopes do PP. O parlamentar entrou com mandado de segurança no último dia 14 contra o presidente da Comissão Executiva Provisória, Alcides Bernal. Lídio alegou cerceamento de defesa.

Na decisão, o juiz da 6ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos de Campo Grande, Alexandre Tsuyoshi Ito, aponta que há indícios de tentativa de notificar Lídio sobre a expulsão.

“Registre-se que a presença desses indícios serve, a princípio, somente para indeferir a liminar, e tal circunstância será reanalisada oportunamente, após a manifestação do impetrado e do Ministério Público”, afirma o magistrado.

Agora, serão ouvidas todas as partes para uma nova avaliação, desta vez, no mérito. O deputado, que assumiu a vaga na Assembleia Legislativa neste ano com a saída de Paulo Duarte (PT), foi expulso do quadro progressista acusado de fazer campanha contra Bernal, que disputou a Prefeitura de Campo Grande e foi eleito.

A expulsão de Lídio foi divulgada em dezembro do ano passado e desde então ele relata que não teve direito de defender. O deputado quer ser reintegrado ao PP para brigar com Bernal pela presidência do partido. Lídio relata que já recebeu convites para ingressar no PR e PSB.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions