ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 25º

Política

Lei do Pantanal será enviada para votação na Assembleia em novembro

Presidente da Casa de Leis, Gerson Claro, confirmou envio em solenidade realizada nesta terça (31)

Por Gustavo Bonotto e Alison Silva | 31/10/2023 20:13
O presidente da Alems, Gerson Claro, durante discurso no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande. (Foto: Juliano Almeida)
O presidente da Alems, Gerson Claro, durante discurso no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande. (Foto: Juliano Almeida)

O presidente da Assembleia Legislativa e deputado estadual, Gerson Claro (PP), confirmou que a Lei do Pantanal será enviada ainda em novembro para votação na Casa de Leis. A fala foi feita durante a solenidade que entrega títulos e comendas do mérito legislativo, realizada na noite desta terça-feira (31), no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande.

Questionado pela imprensa, o parlamentar ressaltou que a Alems está discutindo o assunto para beneficiar ambas as partes envolvidas.

"O governador deve nos entregar o texto da lei sobre a conservação do bioma em novembro. Entendemos que se trata de um tema delicado e vamos debater muito, em busca de uma legislação que une o homem pantaneiro com a preservação e o desenvolvimento do Estado", disse Claro.

No entanto, restam apenas 38 dias para o fim do ano no legislativo, que inicia o recesso a partir de 22 de dezembro. Ou seja, o texto terá que ser votado em regime de urgência.

Conforme noticiado, a gestão estadual suspendeu licenças para desmatamento na região do Pantanal por tempo indeterminado, enquanto a Casa de Leis aguarda a apresentação e possível aprovação do projeto, denominado em preservação ao bioma sul-mato-grossense.

Na coletiva que anunciou a ação, em agosto, Eduardo Riedel (PSDB) explicou que houve um entendimento intermediado por senadores e deputados federais de Mato Grosso do Sul com o Ministério do Meio Ambiente.

“Porque muito se fala de meio ambiente, mas, muitas vezes, a gente esquece que no Pantanal tem homens, mulheres, crianças, pessoas que trabalham, que se deslocam, e aí entra essa discussão da infraestrutura no Pantanal, extremamente importante, e é dessa maneira que nós vamos fazer essa discussão”, ponderou Riedel.

A Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação) lidera o processo de elaboração do projeto de lei junto ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

Receba as principais notícias do Estado pelo celular. Clique aqui para entrar no canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias