A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/04/2013 17:25

Moka diz que Dilma demonstrou grande “receptividade” a André

Zemil Rocha
Moka garante que André e Dilma não conversaram sobre temas políticos locais (Foto: Arquivo)Moka garante que André e Dilma não conversaram sobre temas políticos locais (Foto: Arquivo)

O senador Waldemir Moka (PMDB) testemunhou ter havido uma boa “receptividade” da presidenta da República, Dilma Rousseff (PT), quanto aos pleitos apresentados ontem à noite pelo governador André Puccinelli. Segundo Moka, que também participou do encontro, Dilma demonstrou intenção de ajudar na viabilização de todos os projetos.

“O André coloca bem tecnicamente e ela gosta do estilo do André de mostrar números, percebendo que o Estado está bem administrado”, afirmou o senador. “A cada exposição, o governador demonstra que conhece bem todos os assuntos e isso gera simpatia”, continuou.

Além das obras rodoviárias solicitadas por Puccinelli, na opinião do senador peemedebista, merece destaque a solicitação de apoio na liberação de recursos do empréstimo junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). “A presidenta Dilma se comprometeu de olhar, a ajudar”, informou ele.

Indagado se houve discussão política na reunião entre André e Dilma, com a participação do vice-presidente Michel Temer (PMDB), o senador sul-mato-grossense respondeu: “De política não falamos nada, só de assuntos administrativos”.

Obras e empréstimo – No encontro de ontem, em Brasília, o governador André Puccinelli assegurou investimento do governo federal de cerca de R$ 400 milhões para pavimentação de rodovias no Estado. Incluída por Dilma no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), a pedido de André, a pavimentação da BR-419, no trecho de 279 quilômetros que vai do entroncamento da rodovia com a BR-163, em Rio Verde e a BR-262, em Aquidauana, terá um custo de R$ 350 milhões.

Já para a conclusão da Rodovia Sul-Fronteira, MS–165, trecho de 338 quilômetros da estrada entre o distrito de Sanga Puitã, em Ponta Porã, até Mundo Novo, também teria ficado assegurada a liberação de R$ 43 milhões do Ministério da Integração Nacional.

Quanto ao empréstimo do BNDES, a liberação garantirá um grande pacote de obras.“Também conversamos para que o BNDES  seja ágil na liberação de recursos para o programa MS Forte, para obras no Estado que totalizam R$ 1,2 bilhão”, revelou André Puccinelli após o encontro com Dilma, que chega na segunda-feira (28) em Campo Grande para entregra de ônibus e anuncio de novos investimentos.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions