ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 35º

Política

MS terá “maior percentual” de logística do Centro-Oeste, garante André

Josemil Arruda | 23/12/2013 09:45
André destacou a importância da concessão da rodovia BR-163 (Foto: arquivo)
André destacou a importância da concessão da rodovia BR-163 (Foto: arquivo)

O governador André Puccinelli afirmou que Mato Grosso do Sul terá o “maior percentual” de logística da região Centro-Oeste, se os projetos previstos pelo governo federal, como a inclusão de duas ferrovias no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), a concessão da BR-163 e a dragagem do rio Paraguai, forem efetivados, somando-se a eles as obras já executadas pelo Estado.

A concessão da BR-163, no trecho de 841 km que passa pelo Estado, com duplicação da rodovia, foi destacada pelo governador, especialmente pela contrapartida do pedágio ter ficado em R$ 4,38 para cada 100 km, considerando-o “barato”. Indagado sobre o preço do pedágio em Mato Grosso ter ficado menor, R$ 2,62 por eixo, André ponderou que “lá já existem trechos duplicados e não é tão longo quanto em Mato Grosso do Sul”

Nas contas de André, o Estado terá o maior percentual de logística do Centro-Oeste se a presidente Dilma implantar aqui as duas ferrovias do PAC, prometidas quando entregou 300 ônibus escolares em Campo Grande, e a rodovia BR-419, que liga Aquidauana a Rio Verde. “Somados aos mais de 3,6 mil Km de pavimentação e recapeamento que o governo do Estado já fez e fará, a logística ficará muito boa”, apontou.

Lembrou ainda que a logística na área hidroviária será melhorada com a dragagem do rio Paraguai, a fim de que a via seja navegável o ano todo, e a utilização da hidrovia do Paraná.

Nos siga no Google Notícias