A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/12/2013 09:45

MS terá “maior percentual” de logística do Centro-Oeste, garante André

Josemil Arruda
André destacou a importância da concessão da rodovia BR-163 (Foto: arquivo)André destacou a importância da concessão da rodovia BR-163 (Foto: arquivo)

O governador André Puccinelli afirmou que Mato Grosso do Sul terá o “maior percentual” de logística da região Centro-Oeste, se os projetos previstos pelo governo federal, como a inclusão de duas ferrovias no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), a concessão da BR-163 e a dragagem do rio Paraguai, forem efetivados, somando-se a eles as obras já executadas pelo Estado.

A concessão da BR-163, no trecho de 841 km que passa pelo Estado, com duplicação da rodovia, foi destacada pelo governador, especialmente pela contrapartida do pedágio ter ficado em R$ 4,38 para cada 100 km, considerando-o “barato”. Indagado sobre o preço do pedágio em Mato Grosso ter ficado menor, R$ 2,62 por eixo, André ponderou que “lá já existem trechos duplicados e não é tão longo quanto em Mato Grosso do Sul”

Nas contas de André, o Estado terá o maior percentual de logística do Centro-Oeste se a presidente Dilma implantar aqui as duas ferrovias do PAC, prometidas quando entregou 300 ônibus escolares em Campo Grande, e a rodovia BR-419, que liga Aquidauana a Rio Verde. “Somados aos mais de 3,6 mil Km de pavimentação e recapeamento que o governo do Estado já fez e fará, a logística ficará muito boa”, apontou.

Lembrou ainda que a logística na área hidroviária será melhorada com a dragagem do rio Paraguai, a fim de que a via seja navegável o ano todo, e a utilização da hidrovia do Paraná.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions