A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/06/2014 16:35

Olarte prorroga por 30 dias sindicância para apurar invasão da prefeitura

Lidiane Kober

Em despacho, publicado ontem (23), no Diário Oficial de Campo Grande, o prefeito Gilmar Olarte (PP) prorrogou por 30 dias, a contar de 20 de junho, o prazo para conclusão da sindicância, aberta a fim de apurar a participação de servidores na invasão da prefeitura, no dia 15 de maio, além da responsabilidade dos danos causados.

A investigação começou em 19 de maio, quatro dias depois de um grupo de pessoas, liderado pelo ex-prefeito Alcides Bernal (PP), invadir a prefeitura para cumprir liminar que lhe dava o direito de reassumir o cargo. Pouco antes da meia-noite do mesmo dia seguinte, instância superior derrubou a decisão.

Antes disso, o grupo foi até a prefeitura para Bernal reassumir o cargo. Na ocasião, trocaram fechaduras, intimidaram servidores municipais e, segundo a atual administração, depredaram o patrimônio público.

Neste sentido, o prefeito abriu a sindicância para “apuração de ações praticadas por servidores do Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Campo Grande, por infração ao inciso VI, do art. 217 e incisos II e V, do art. 218, da Lei Complementar n. 190, de 22 de dezembro de 2011”.

Outro foco da investigação é apurar “as responsabilidades pelos danos causados com a invasão de pessoas estranhas, sem vínculo funcional com os órgãos municipais citados neste ato, que eventualmente possam ter contado com a co-participação de servidores municipais, para a ocupação de salas de trabalho, resultando em agressões físicas, tratamento depreciativo às autoridades constituídas e aos atos da Administração, retirada sem autorização de documentos, processos e computadores, revista injustificada de servidores efetivos e comissionados e depredação de bens móveis”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions