A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/05/2014 08:50

Olarte tenta retirar informativo de entidade de circulação e pede R$ 100 mil

Josemil Arruda
Olarte processou empresa, ex-assessora de Bernal e associação (Foto: Marcelo Victor)Olarte processou empresa, ex-assessora de Bernal e associação (Foto: Marcelo Victor)

O prefeito Gilmar Olarte (PP) ingressou com ação de indenização por danos morais e obrigação de retirada de circulação e destruição de exemplares de um jornal que o acusa de ter orquestrado a cassação de Alcides Bernal (PP). Os réus da ação, que tramita na 12ª Vara Cível de Campo Grande, são a Seesvig (Empresa de Segurança e Vigilância de Transportes de Valores de Campo Grande e Região), a jornalista Ana Rita Amarilia, ex-assessora de Bernal, e a Associação de Orientação e Defesa da Cidadania Feminina.

Na ação, Gilmar Olarte acusa-os de distribuir gratuitamente nas ruas de Campo Grande exemplares do informativo "A Voz do Povo", sob responsabilidade da Seesvig, contendo matéria intitulada como “Roubaram o voto do povo!", e, também, “Comando do golpe. Conheça o golpe para derrubar o Bernal e quem lucra com isso”. Olarte garante que a matéria é “montada, mentirosa, caluniosa, difamatória e injuriosa” e pede que o juiz determine a retirada de circulação do jornal sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Quanto à indenização por danos morais, o prefeito pede o valor de R$ 100 mil.



Mas será que o digníssimo prefeito tem coragem de negar que ele não era um dos principais articuladores para golpear Bernal?
Uma das boas qualidades de um homem é assumir sempre suas responsabilidades e ações.
 
Juvenal Coelho em 03/05/2014 09:13:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions