A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/12/2015 11:23

Olarte vai à Justiça para receber salário retroativo a 25 de agosto

Aline dos Santos
Olarte quer receber salário de vice-prefeito. (Foto: Arquivo)Olarte quer receber salário de vice-prefeito. (Foto: Arquivo)

Prefeito afastado de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP) pede na Justiça o pagamento dos salários pelo cargo de vice-prefeito. A defesa de Olarte requereu ao desembargador do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Luiz Cláudio Bonassini da Silva, que oficie o prefeito Alcides Bernal (PP) para que no prazo de cinco dias efetue o pagamento retroativo a 25 de agosto, quando Olarte foi afastado do comando da Capital na operação Coffee Break.

“Como o requerente foi diplomado, em dezembro de 2012, e empossado, no dia 1º de janeiro de 2013, no cargo eletivo de vice-prefeito, tendo ocorrido automaticamente a perda da função de prefeito , óbvio que, natural e independentemente de qualquer outra providência, ocupa, desde  25 de agosto o cargo de vice-prefeito”, afirma, no pedido, o advogado Jail Azambuja.

No mês passado, a Justiça negou pedido para que o afastamento de Olarte do cargo de prefeito fosse revertido. De acordo com o site de Transparência da prefeitura de Campo Grande, a remuneração do vice é de R$ 15.308,66.

Deflagrada em agosto pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), a Coffee Break apura esquema de compra de votos para cassação de Bernal em março de 2014. O esquema envolveria vereadores e empresários. A ação teve início após compartilhamento de provas da operação Lama Asfáltica, realizada em julho pela PF (Polícia Federal). Além de afastado, Olarte chegou a ser preso. 

A investigação reverberou na Câmara. A Justiça afastou o então presidente da Casa de Leis, vereador Mario Cesar (PMDB), que só voltou ao Legislativo após renunciar ao cargo. A denúncia da Coffee Break à Justiça deve ser apresentada amanhã.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions