A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/09/2013 14:16

Osmar e Jerson devem ir para o TCE, mas Assembléia só votará em 2014

Zemil Rocha
Osmar deve assumir a vaga do conselheiro José Ancelmo no ano que vem (Foto: arquivo)Osmar deve assumir a vaga do conselheiro José Ancelmo no ano que vem (Foto: arquivo)

Já é tida como certa nos bastidores a ida do atual secretário de Governo, Osmar Jeronimo, e do presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), para o Tribunal de Contas do Estado, embora as movimentações para escolha de dois novos conselheiros tenham sido adiadas para 2014. “Está já certo que a vaga do Osmar é do Zé (José Ancelmo). E na vaga do Cícero (Cícero de Souza) deve ficar Jerson”, informou um deputado muito influente na Assembleia e que tem relação muito próxima com o governador André Puccinelli.

A aprovação do nome do substituto do conselheiro José Ancelmo, que se aposentaria no final deste mês de setembro, foi adiada para o ano que vem. Ancelmo queria antecipar a aposentadoria, que compulsoriamente, aos 70 anos, se dará no dia 1º de fevereiro do ano que vem, mas teria atendido a pedidos para que fique no cargo até a data derradeira. O nome mais forte para a vaga é o de Osmar Jerônimo, atual chefe da Casa Civil. Aliás, o governador André Puccinelli teria interesse em que Osmar permaneça no cargo até o começo do ano que vem.

Possivelmente, André aproveite a reforma do secretariado que pretende fazer em abril, quando cinco dos 12 secretários deixarão o governo para disputar as eleições, para também trocar o chefe da Casa Civil. De fevereiro a abril, o TCE teria de convocar um auditor do Corpo Especial para assumir a função, temporariamente.

Quanto á segunda vaga a ser aberta, a do atual presidente do Tribunal de Contas, Cícero de Souza, a votação na Assembleia só deverá acontecer após o dia 2 de novembro, data em que o conselheiro completará 70 anos e terá de se aposentar compulsoriamente. A vaga deve ficar com o atual presidente da Assembleia, Jerson Domingos.

Embora as duas vagas a serem abertas para conselheiros do Tribunal de Contas são da cota da Assembleia Legislativa, os deputados estaduais podem indicar qualquer nome, desde que dentro das condições exigidas pela legislação. Basta ter maioria dos deputados para que isso aconteça, como deve ocorrer com relação a Osmar Jerônimo, por indicação não-oficial de Puccinelli. No passado isso já aconteceu várias vezes, inclusive na indicação de José Ancelmo como conselheiro, já que a vaga era da Assembleia e sua indicação teve o apoio do então governador Wilson Martins, de quem aquele fora secretário de Fazenda.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


MARCELO TANTO VOCÊ COMO TODO O POVO DESSE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, NÃO SEJA INGÊNUOS. TÁ CLAMANDO, IMPLORANDO SERVIÇO, ATUAÇÃO DO PROMOTOR DE JUSTIÇA PRA QUE? ESQUECEU VOCÊ E TODO O POVO, QUE O CHEFE DOS PROMOTORES DE JUSTIÇA TAMBÉM É INDICIADO E "MANDADO" PELO GOVERNADOR DESTE ESTADO? ENTÃO, COMO PODE OS PROMOTORES COBRAREM E FAZEREM ALGUMA COISA SE ELES DEPENDEM DO GOVERNO E COMEM NO MESMO PRATO DO GOVERNADOR? AUMENTO SALÁRIO, AUXILIO MORADIAS, FERIAS E VÁRIAS OUTRAS VANTAGENS DADAS PELO GOVERNO? SE FIZEREM ALGUMA COISA, PERDEM TUDO, ATÉ MESMO OS LANCHES LUXUOSOS QUE OS PROMOTORES COMEM A NOSSA CUSTA. CORAGEM? DUVIDO QUE QUALQUER UM DELES TENHAM, PAGO PRA VER!
 
MARCOS PAULO DE AQUINO em 21/09/2013 09:45:59
Sr. Marcelo Ribeiro Motta, fique tranquilo. Essas matérias que o Sr. citou seriam essenciais se o Tribunal fosse de Contas, mas, na verdade, é um Tribunal Faz de Contas, então, estas indicações caem como uma luva!!
 
Aguimar Sezário Santos em 21/09/2013 09:17:47
Está aí a prova da eficiência do TCE. Conselheiros de notável saber para ocupar o cargo.
 
João Cunha em 21/09/2013 09:07:51
Temos mesmo que viver acuados, com medo, pois, em todo tribunal no Brasil, "trabalham" pessoas que estão contra o povo! A única diferença é que o Tribunal de Contas de MS só existe para aprovar os desmandos do governador da vez.
 
Edelberto Pauli em 21/09/2013 08:04:54
Em quanto a legislação permitir vai ser essa farra com o TCE, vão formar uma quadrilha com emprego vitalício.
 
Guilherme Luiz em 20/09/2013 20:43:12
E o bicho vai pegar!!!!!!!
 
marcio da silva em 20/09/2013 19:58:43
Daqui mais um pouco de tempo,para trabalhar em qualquer cargo começando pela hierarquia do cargo mais baixo,em todas as repartições públicas,municipal, estadual e federal,no certame para os concursos vindouros nesse nível a que me refiro vão exigir brevemente curso superior.Duvida? Aguarde.Agora,o cômico é que para ser conselheiro no tribunal de contas em MS.parece que não precisa, basta Ensino Fundamental ou Ensino Médio. É mole? Pode??? È preciso dar um basta nesta política de acomodação de interesses corporativistas ao bel sabor dos políticos nesse País. Acham que podem mandar e desmandar em tudo. Para trabalhar em tribunais , TCE e TCU, o Candidato à vaga deveria fazer concurso público e com formação Universitária em Ciências Contábeis com larga experiência vivencial na profissão.
 
João Alves de Souza em 20/09/2013 17:24:59
Jerson entende de contabilidade. Será um exímio conselheiro.
 
Mohamad Assad em 20/09/2013 17:12:05
emprego bom esse no TCE, aliás, pra q serve mesmo? o governador(atual) tá empregando todo o seu pessoal com bons salários, agora para os funcionários estadual CONCURSADO...bom pra esses...continuam concursados... recebendo aquele salário, que é uma mer... mas tudo bem, a maioria votou nele. Mas não se acomodem, não desanimem, ano que vem tem eleições. se bem que, conforme as mídias e principalmente os políticos atuais, o próximo governador parace até que já foi eleito. Fica aqui a minha indignação, eu vou votar... na mãe, cansei de votar nos filhos!
 
silva souza em 20/09/2013 17:05:27
Não precisa ter curso superior para ser conselheiro do tribunal de contas?
 
João Cunha em 20/09/2013 15:06:50
OSMAR E JERSON, AMBOS COM REPUTAÇÃO ILIBADA E CONHECEM MUITO DE CONTABILIDADE, ECONOMIA E DIREITO, MATÉRIAS ESSENCIAIS PARA JULGAR CONTAS NO TCE; BRINCADEIRA ISSO!
CADÊ O MP PARA ENTREGAR NA JUSTIÇA E IMPUGNAR ESSAS INDICAÇÃOS "TÉCNICAS"?
NÃO FAZ NADA ESSE MP, SÓ PEGA PEIXE PEQUENO, PREFEITO DO INTERIOR, VEREADOR, DEPUTADO E GENTE DO GOVERNO, ESQUEÇE!
 
marcelo ribeiro motta em 20/09/2013 14:50:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions