A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

08/04/2009 21:59

Para funcionar em MS, PTS precisa de 1,3 mil assinaturas

Redação

O PTS (Partido da Transformação Social), sigla fundada em Minas Gerais no dia 14 de junho 2007, poderá ser implantado em breve no Mato Grosso do Sul. Para o partido obter registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), é necessária a coleta de 470 mil assinaturas, sendo que no Estado o mínimo são 1,3 mil assinaturas.

O presidente do PTS em Mato Grosso do Sul, jornalista Sebastião Ronei, esclarece que sua meta é conseguir 5 mil assinaturas. Ele assumiu a presidência do diretório regional do partido no dia 28 de março e tem como vice o advogado Uriel Ribas de Moraes e secretário o jornalista Jota Menon.

O PTS defende que a transformação social somente será possível através da união, participação e mobilização popular. Com base nesses conceitos, o PTS está sendo estruturado em todo o território nacional.

Ronei tem 31 anos e atualmente é diretor-presidente dos jornais Estado de MS, O Terenense e Folha de Bonito, além do site Estado MS News.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions