ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Política

PCdoB retira candidatura de Manuela e 13 estão na disputa pela Presidência

A estratégia é substituir Lula por Haddad e o ex-prefeito por Manuela D’ávila caso o maior líder do PT seja impedido de se candidatar por força da Lei da Ficha Limpa

Por Anahi Zurutuza | 06/08/2018 09:34
Lula e Manuela em palanque (Foto: PT/Divulgação)
Lula e Manuela em palanque (Foto: PT/Divulgação)

Com fim do prazo previsto na legislação eleitoral para definição dos candidatos que pretendem concorrer às eleições de outubro, 13 candidatos e seus vices confirmaram que vão disputar a Presidência da República.

Depois de terminar a convenção de sábado (4) lançando Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como candidato a presidente e sem nome para ocupar a posição de vice na chapa, a Executiva Nacional do PT aprovou na noite deste domingo (5) o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad para estar ao lado de Lula. O PT também fechou uma aliança com o PCdoB, que retirou a candidatura de Manuela D’ávila e passa a integrar a coligação formada também pelo PROS e PCO.

Segundo o Estadão, o acordo foi orientado pelo ex-presidente, condenado e preso na Lava Jato. A estratégia é substituir Lula por Haddad e o ex-prefeito por Manuela caso o maior líder do PT seja impedido de se candidatar por força da Lei da Ficha Limpa.

Também são candidatos: Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (Psol), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Partido Novo), João Goulart Filho (PPL), José Maria Eymael (DC), Marina Silva (Rede) e Vera Lúcia (PSTU).

Prazos - Segundo a legislação, as chapas completas com os candidatos, vices, alianças ou coligações têm de ser oficializadas até esta segunda-feira (6) na Justiça Eleitoral.

A partir de agora, as legendas poderão registrar seus candidatos à Presidência no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O prazo termina no dia 15 de agosto. Em seguida, caberá ao Ministério Público Eleitoral, qualquer candidato, partido político ou coligação a impugnação do registro do adversário político. A Justiça homologa ou não da candidaturas.

A propaganda eleitoral por meio de carros de som, comícios e internet está liberada a partir do dia 16 deste mês.

O primeiro turno do pleito será realizado dia 7 de outubro, e segundo, em 28 de outubro. (Com a Agência Brasil)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário