A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/11/2015 10:47

Pecuarista é levado para Superintendência da PF para prestar depoimento

Viviane Oliveira
PF cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de familiares de Bumlai. (Foto: Fernando Antunes) PF cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de familiares de Bumlai. (Foto: Fernando Antunes)

O pecuarista e empresário sul-mato-grossense José Carlos Bumlai, preso nesta manhã em Brasília na Operação Passe Livre, na 21ª fase da Lava Jato, foi levado de avião à sede da Polícia Federal em Curitiba, para prestar depoimento.

A operação envolve 140 policiais federais e 23 auditores da Receita Federal. Eles cumpriram dois mandados de busca e apreensão na Capital, sendo um no escritório localizado na Avenida Afonso Pena, no Centro, e o outro na Rua Beatriz de Barros Bumlai.

Bumlai é investigado por fraude em licitação, falsidade ideológica, falsificação de documentos, corrupção ativa e passiva, tráfico de influência e lavagem de dinheiro. As irregularidades foram cometidas na compra de uma sonda pela Petrobras.

Conforme coletiva de imprensa realizada nesta manhã em Curitiba (PR), dois filhos do empresário, Guilherme e Maurício, também são alvos da PF.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions