ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 21º

Política

PCO lança indígena Magno Souza como oitavo candidato ao governo

Partido quer aproveitar palanque eleitoral para fazer denúncias e defender direitos de índios e trabalhadores

Por Caroline Maldonado | 06/08/2022 15:52
Da esquerda à direita: integrante do partido professor Marcelo Batarce; o candidato a governador, líder indígena guarani kaiowá Magno Souza; e professora Silvia Miho. (Foto: Divulgação/PCO)
Da esquerda à direita: integrante do partido professor Marcelo Batarce; o candidato a governador, líder indígena guarani kaiowá Magno Souza; e professora Silvia Miho. (Foto: Divulgação/PCO)

O PCO (Partido da Causa Operária) lançou o líder indígena guarani kaiowá Magno Souza como candidato ao governo de Mato Grosso do Sul. O candidato a vice é o professor de História Carlos Martins, que já foi candidato a vice-prefeito de Campo Grande pelo mesmo partido em 2020.

A convenção ocorreu na sexta-feira (5) na área de retomada da comunidade Aratikuty, em Dourados, a 251 quilômetros da Capital. Carlos Martins é professor na UFMS (Universidade Federal de mato Grosso do Sul).

Candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, líder indígena guarani kaiowá Magno Souza. (Foto: Divulgação/PCO)
Candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, líder indígena guarani kaiowá Magno Souza. (Foto: Divulgação/PCO)

Com a candidatura, o PCO quer “aproveitar o palanque eleitoral para denunciar as arbitrariedades sofridas pelos índios no MS e em todo Brasil”, de acordo com o coordenador do diretório estadual do partido, Thiago Assad.

“Indo além das denúncias, Magno chama também as camadas oprimidas da cidade e do campo a unirem forças, pelo fim do regime golpista, por Lula presidente e por um governo dos trabalhadores”, detalha Thiago.

O coordenador do partido explica Magno foi escolhido porque conhece de perto a brutalidade do Estado burguês contra os povos indígenas e todos os setores oprimidos da luta pela terra, desde a violência do aparato de repressão até a falta de serviços essenciais à vida, como moradia, água encanada e energia elétrica.

Nos siga no Google Notícias