ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 29º

Política

PF investiga Waldir Neves após “assombrosa” valorização de fazendas no Maranhão

Avaliação dos imóveis rurais passou de R$ 347 mil para R$ 6 milhões, aponta força-tarefa

Aline dos Santos | 17/12/2022 14:28
Waldir Neves foi afastado do Tribunal de Contas por decisão do STJ. (Foto: Divulgação/TCE)
Waldir Neves foi afastado do Tribunal de Contas por decisão do STJ. (Foto: Divulgação/TCE)

Afastado do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) e monitorado por tornozeleira eletrônica, o conselheiro Waldir Neves também é investigado na operação “Terceirização de Ouro” por suspeita de lavagem de dinheiro. O alerta veio após a identificação de “assombrosa” valorização de suas fazendas no Maranhão, que passaram de R$ 347 mil para R$ 6,6 milhões, diferença de 1.798%.

 A ação foi realizada pela PF (Polícia Federal) no último dia 8, num desdobramento da “Mineração de Ouro”, etapa deflagrada em 8 de junho de 2021. O material apreendido no ano passado subsidia a suspeita de lavagem de dinheiro, “tendo em vista a grande diferença no preço das áreas rurais após cerca de 10 anos”. Os “achados” foram levados ao o STJ (Superior Tribunal de Justiça), que autorizou a segunda fase da ação que investiga crimes.

Conforme relatório da CGU (Controladoria-Geral da União), Waldir Neves declarou ter adquirido imóveis rurais no Maranhão ao preço total de R$ 347.644,34, no período entre 2009 e 2013. Atualmente, valem R$ 6.600.000,00. O montante corresponde a 2.200 hectares.

“Constata-se, assim, uma assombrosa valorização das terras, o que pode ter sido obtido a partir de vultosos investimentos nas áreas, agregando valor à propriedade rural”, informa a CGU.

Contudo, documentos apreendidos demonstram que a compra de parte das áreas ocorreu a partir de 2009 por valores extremamente inferiores, apontando a possibilidade de lavagem de dinheiro.

Em junho de 2021, as fazenda WN 3 e WN 4 eram vendidas por R$ 2 milhões. Os imóveis rurais foram comprados em 2013 por R$ 101.300.

A área somada de todas as fazendas totaliza 6.362 hectares e o preço de venda em 2018 era de aproximadamente R$ 15,6 milhões.

O ministro Francisco Falcão  autorizou o afastamento do sigilo fiscal de todos os imóveis relacionados nas declarações de Imposto de Renda de Waldir Neves no período entre 2009 e 2022.

A reportagem não conseguiu contato com Neves neste sábado. Já a defesa do conselheiro destaca a insuficiência de informações sobre a suposta lavagem de dinheiro. “Suspeita-se com base em qual informação? Qual era o valor terra nua quando o Waldir Neves comprou a propriedade e qual o valor da terra nua hoje? Não há nenhum parâmetro para justificar qualquer suspeita”, diz o advogado Ronaldo Franco.

Nos siga no Google Notícias