A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

14/08/2018 12:14

PR ensaia trocar MDB para apoiar candidatura de Odilon

Possibilidade de nova coligação é discutida por representantes dos dois partidos

Aline dos Santos
Segundo Cícero de Souza, não há nada oficial, nada definido. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Segundo Cícero de Souza, "não há nada oficial, nada definido". (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O PR (Partido da República) pode migrar da chapa com o MDB para a do PDT, liderada pelo juiz Odilon de Oliveira, candidato ao governo de Mato Grosso do Sul. Na manhã desta terça-feira (dia 14), representantes de ambos os lados evitam bater o martelo, mas como o prazo para registro das candidaturas termina amanhã, o destino do PR deve ser anunciado nas próximas horas.

Presidente regional do PR, Cícero de Souza afirmou à reportagem que o cenário é indefinido. “Não tem nada oficial, nada definido. Todo partido pode ter uma ação, mediante esse quadro o diretório decide”, afirma.

O jogo para o PR mudou no último domingo (dia 12), quando a senadora Simone Tebet anunciou a desistência de ser a candidata ao governo do MDB. A sua candidatura era um pedido pessoal do ex-governador André Puccinelli (MDB), que tentaria o terceiro mandato, mas foi preso em 20 de julho pela PF (Polícia Federal).

Conforme apurado pela reportagem, a “chapinha” do PR, articulada pelo ex-governador, ruiu com a mudança de planos da então candidata. O Partido da República trocou de mãos em Mato Grosso do Sul neste ano eleitoral.

Em abril, o Campo Grande News, divulgou que o epicentro da reviravolta nos planos do PR foi o apoio do comando nacional à pré-candidatura de Edson Giroto a deputado federal, encampando o projeto eleitoral de Puccinelli. Atualmente, ambos dividem cela no Centro de Triagem.

Portas abertas – No PDT, conforme apurado pela reportagem, as portas estão abertas para o PR, mas a parceria depende do aval do setor jurídico, pois o Partido da República já registrou ata da convenção, realizada em 4 de agosto, aprovando a coligação com o MDB. Na ocasião, o PR informou que lançaria lançaria oito candidatos: três para deputado federal e cinco para deputado estadual.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions