A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

15/08/2018 17:40

PRB está dividido entre Gilmar da Cruz e 2 nomes para candidatura ao Senado

Partido se reunirá ainda hoje e o novo nome deve ser anunciado nesta quinta-feira

Liniker Ribeiro
Wilton Acosta - dirigente do PRB - à esquerda; Gilmar da Cruz e Betinho ao lado (Foto: Liniker Ribeiro)Wilton Acosta - dirigente do PRB - à esquerda; Gilmar da Cruz e Betinho ao lado (Foto: Liniker Ribeiro)

Depois de Pedro Chaves desistir de concorrer ao Senado, o PRB anunciou que não desistirá de lançar um nove nome para substituir o do atual senador de Mato Grosso do Sul, na disputa pelas eleições 2018. Gilmar da Cruz, primeiro suplente de Chaves, é o mais cotado para assumir campanha, mas outros dois nomes também aparecem entre as opções do partido, o do vereador Betinho e de Isaías Bittencourt.

"Naturalmente o nome de Gilmar é um que poderá assumir, mas existe uma série de detalhes que precisamos avaliar", afirmou o dirigente estadual do PRB e candidato a deputado estadual, Wilton Acosta. Gilmar e Betinho, inclusive, estiveram ao lado do dirigente durante coletiva à imprensa, na tarde desta quarta-feira (15).

Ambos afirmaram que colocaram seus nomes à disposição e o suplente de Pedro Chaves ainda complementou dizendo ter certeza de que "o partido decidirá o que for melhor". Uma reunião está marcada para hoje à noite, entre representantes do PRB, e a decisão pelo novo nome deve ser anunciada amanhã.

Sem mágoa - Apesar do anúncio de última hora, Wilton Acosta garante que a desistência de Pedro Chaves não estremeceu sua relação com o partido. "Lamentamos profundamente, é um nome que a gente acreditou e que eu acho que tinha condições de disputar, pelo cenário que está aí e talvez exista uma decepção nossa, afinal, já tínhamos um projeto colocado, mas não uma mágoa", declarou.

O dirigente do PRB aproveitou para destacar que as atenções estavam direcionadas ao senador. "O partido sinalizou que apoiaria ele, deu liberdade para que ele fizesse a aliança necessária para sua releição, decidiu a apoiar Odilon e respaldamos isso. Sabemos o preço que pagamos", revelou.

Acosta também lembrou que o partido chegou a desistir de apoiar o PSDB, do atual governador Reinaldo Azambuja, que lançou Marcelo Migliolie e Nelsinho Trad ao Senado, para garantir o lugar de Chaves na disputa. "Isso tudo nos dá uma dosagem a mais de animo", complementou Wilton.

Último dia - Termina às 18h de hoje o prazo para registro de candidaturas junto à Justiça Eleitoral por parte dos partidos. Porém, o PRB espera contar com novo prazo, que permita fazer substituições em casos de desistência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions