A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/06/2013 11:11

Prefeito desrespeita prazo, mesmo assim consegue adiar CPI do Calote

Ângela Kempfer e Jéssica Benitez
Câmara agora terá 48 horas para analisar documentos entregues pela prefeitura.Câmara agora terá 48 horas para analisar documentos entregues pela prefeitura.

O prazo para Alcides Bernal repassar à Câmara documentos sobre motivos da suspensão de pagamentos de empresas que prestam serviços ao Município venceu ontem às 17 horas. A prefeitura ganhou mais tempo, até às 10 horas da sessão de hoje, mas, mesmo chegando com 45 minutos de atraso, conseguiu adiar a instalação da CPI do Calote.

Durante a sessão, o líder de Bernal, vereador Marcos Alex (PT), usou manobras para ganhar tempo. Pediu, inclusive, a suspensão para reunir lideranças e discutir o assunto. “Antes da CPI, é preciso ter condições de diálogo, não com o Poder Executivo, mas entre as bancadas”, justificou.

Alex teve apoio do colega Zeca do PT. “A criação da CPI é risco de banalização, que pode acarretar em consequências terríveis para essa casa”. E assim, o debate foi estendido até a chegada do secretário de Planejamento, Controle e Finanças, Wanderlei Ben-Hur da Silva.

O representante do prefeito apareceu por volta das 10h45, com um calhamaço de informações e disse apenas que “os documentos vão provar que não existe irregularidade nenhuma.”

Agora, os vereadores têm 48 horas para analisar a documentação e verificar se há respostas aos questionamentos feitos pelo Legislativo Municipal.

Caso os dados não sejam suficientes, na quinta-feira a Câmara pode instalar a CPI do Calote, a segunda criada este ano. O requerimento tem 19 assinaturas. A primeira comissão instalada investiga a Saúde em Campo Grande.

"Temos 48 horas para ver se a documentação está pertinente. Se neste tempo, os problemas forem resolvidos, não vamos criar a CPI porque ela nascerá morta”, reforçou o presidente da Câmara, Mário César.



O ideal é fazer a CPI e passar Campo Grande-MS e o MS, a limpo, cadê os homens justo e de vergonha na cara, mostre a sua cara, vamos acabar com essa porca vergonha, MP, vamos investigar os superfaturamentos e laranjal , isso tudo é uma vergonha, quanto dinheiro do povo indo para ralo a saúde abandonado no estado falta de remédios, posto que é um lixo, gente morrendo pelo descaso, os maiores assasinos não é aquele que assalta a mão armada e sim o politico desonesto que rouba os cofres publicos, fazendo da politica uma verdadeira dinastia, tataravós, bisavós,avós, filhos e netos de tabela nas benesses pública.
 
Hermes de Campos em 04/06/2013 15:25:21
Poderia Começar essa CPI Pelo Calote do aluguel da Câmara.
PQ Nunca Pagaram?
Falta De Dinheiro Não Foi.
E Fora Isso ,Já Q Não Paga ,Pq Não sai do Imóvel.
 
Fábio Souza em 04/06/2013 11:57:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions