A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019

30/09/2019 13:35

Preocupação é com a saúde do pai, afirma deputado filho de Jamil Name

Parlamentar divulgou nota nesta segunda-feira (30) dizendo que a questão "está com os advogados" e que confia nas instituições

Marta Ferreira
O deputado estadual Jamilson Name foi ao condomínio onde mora o pai, na sexta-feira, quando equipes foram ao local fazer buscas e cumprir ordem de prisão. (Foto: Henrique Kawaminami)O deputado estadual Jamilson Name foi ao condomínio onde mora o pai, na sexta-feira, quando equipes foram ao local fazer buscas e cumprir ordem de prisão. (Foto: Henrique Kawaminami)

O deputado estadual Jamilson Name (PDT) divulgou nesta segunda-feira (30) nota sobre a prisão do pai, o empresário Jamil Name, 80 anos, e do irmão, Jamil Name Filho, durante a Operação Omertà.

A ação foi desencadeada na sexta-feira (27), para desmantelar organização suspeita de manter grupo de extermínio responsável por quatro execuções no período de seis meses em Campo Grande.

O parlamentar, eleito em 2018 com 33 mil votos, disse que neste momento está preocupado apenas com as condições de saúde de Jamil Name .“Minha preocupação atual é com a saúde do meu pai, um homem de 80 anos que nunca teve uma condenação”, afirma.

O texto prossegue com o deputado afirmando que a atenção está voltada para cuidar da mãe e dar apoio aos sobrinhos, filhos de “Jamilzinho”, como é conhecido o irmão. “Agora é uma questão que está com os advogados. Tenho pleno respeito e confiança nas instituições”, encerra o político no texto distribuído à imprensa.

Na sexta-feira, quando as equipes foram até a casa do empresário, no condomínio Bela Vista, no Jardim São Bento, o deputado foi até o local para acompanhar a situação.

Prisão - Jamil Name tem duas ordens de prisão preventiva para derrubar, uma solicitada como parte da operação e outra por posse ilegal de armas.

Os advogados tentaram no fim de semana, mas não conseguiram habeas corpus no Tribunal de Justiça.

Além dele, foram presas 19 pessoas, entre guardas civis municipais, policiais civis, funcionários da família Name e um policial federal.  

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions