ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 22º

Política

Presidente do PMDB rebate Fábio Trad e diz que foi o primeiro a ser "agredido"

Por Aline dos Santos | 06/03/2012 09:48

Ele alega que reagiu após ser ofendido na rede social

Esacheu: “Não é vítima aquele que inicia a agressão”. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)
Esacheu: “Não é vítima aquele que inicia a agressão”. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

Alvo de críticas do deputado federal Fábio Trad, o presidente regional do PMDB, Esacheu Nascimento, alega que reagiu após ser agredido na rede social. “Não é vítima aquele que inicia a agressão”, afirma, em nota, sobre a atitude do parlamentar.

Ontem, o deputado ameaçou deixar o partido e manifestou descontentamento com o fato de o presidente da sigla ter lançado o nome da atual vice-governadora Simone Tebet (PMDB) para concorrer ao governo do Estado em 2014.

Irmão do parlamentar, o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), também quer concorrer ao cargo e, ontem, recebeu as benção do governador André Puccinelli (PMDB).

Após a declaração de Esacheu, Fábio Trad afirmou que Simone deve se prevenir do pé frio do presidente do PMDB. Por sua vez, Esacheu Nascimento rebateu que “melhor pés frios e limpos do que quentes e sujos”. A troca de farpas foi por meio do Facebook.

“Quando externei minha preferência a ter os pés frios na neve limpa do que tê-los quentes e sujos da má política, usei de figura de linguagem não atribuindo, em momento algum ao deputado, qualquer adjetivação”, salienta Esacheu.

Para o deputado, a declaração de Esacheu foi agressiva e põe às claras uma aversão dele à sua família, desde a época de seu pai Nelson Trad, já falecido.

“Sempre nutri pelo saudoso Deputado Federal Nelson Trad, elevada estima e com quem sempre tive muito bom relacionamento”, afirma o presidente do PMDB.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário