A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/03/2015 17:59

Protesto contra Dilma terá 550 na segurança para evitar vandalismo

Além de prédios públicos municipais, terminais de transbordo também terá reforço

Juliene Katayama

A Polícia Militar vai dispor 350 homens e a Guarda Municipal mais 200 agentes para reforçar a segurança nas ruas de Campo Grande para evitar possíveis atos de vandalismo durante protesto que está marcada para iniciar às 16 horas.

A PM já acionou a Diretoria de Inteligência para monitorar pessoas má intencionadas que podem se aproveitar do protesto para pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) apenas para bagunçar e provocar “quebradeira”.

A Guarda Municipal também vai reforçar a segurança nos prédios públicos municipais. No protesto de junho de 2013, manifestantes invadiram a Câmara Municipal e levaram alguns documentos. Além disso, os nove terminais de transbordo também terão segurança reforçada.

Desde às 6 horas de domingo a Guarda vai iniciar o “Plano Especial de Segurança” para evitar depredações na cidade. A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) também vai colaborar em relação ao trânsito. Apesar da redução do fluxo de veículo algumas vias serão fechadas para evitar acidentes.

Agetran interdita três vias em Campo Grande para manifestação de domingo
A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) vai interditar três vias no domingo (15) a partir das 14 horas para garantir a segurança no tr...
PM põe inteligência para monitorar protestos e evitar ações de vandalismo
A Diretoria de Inteligência da Polícia Militar do Estado já está fazendo o serviço de monitoramento para evitar tumultos nas manifestações dos dia 13...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions