A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/03/2015 09:37

Manifestação contra ajustes e a favor de Dilma reúne 200 pessoas

Leonardo Rocha e Juliene Katayama
Manifestação reúne grupos sociais ligados ao PT, para fazer a defesa da presidente Dilma e contra ajustes de direitos trabalhistas (Foto: Marcos Ermínio)Manifestação reúne grupos sociais ligados ao PT, para fazer a defesa da presidente Dilma e contra ajustes de direitos trabalhistas (Foto: Marcos Ermínio)
O protesto tem caravanas de outros municípios e cobranças sobre alterações em abono salarial, seguro desemprego e auxílio doença (Foto: Marcos Ermínio)O protesto tem caravanas de outros municípios e cobranças sobre alterações em abono salarial, seguro desemprego e auxílio doença (Foto: Marcos Ermínio)

Grupo de 200 pessoas se reúne na Praça do Rádio Clube, área central de Campo Grande, no manifesto da “sexta-feira 13”, em defesa da presidente Dilma Rousseff (PT), da Petrobras e contra as medidas provisórias 664 e 665, que modifica regras de benefícios previdenciários, como abono salarial, seguro desemprego e auxílio-doença.

Estão participando deste evento representantes do MST (Movimento Sem Terra), CUT (Central única do Trabalhador) e Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), assim como da Agricultura Familiar, que são grupos ligados ao PT. Existes caravanas que vieram de outros municípios do Estado, como Antônio João, Corumbá e Dourados.

No local já está disponível um trio elétrico, que vai conduzir a manifestação, que tentará ser um contraponto ao protesto contra a corrupção na Petrobras, que vai ocorrer na cidade, no próximo domingo, dia 15.

Os organizadores dizem estar fazendo "reivindicações da classe trabalhista" e "cobram" mudanças de ações do governo federal, principalmente nos direitos dos trabalhadores, porém se colocam contra qualquer ação de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).



A CUT explora os trabalhadores, o MST toma terra de gente honesta e a FETEMS pega bolsa familia mesmo estando empregados, ou seja, é a manifestação dos sangue sugas!!! E mesmo assim só conseguiram 200 pessoas...
 
Max em 13/03/2015 10:58:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions