ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  18    CAMPO GRANDE 

Política

Reestruturação cria subsecretarias, mas não aumenta despesa, diz secretário

Projeto enviado à Câmara prevê subsecretarias de Projetos, de Compras e de Assuntos Fundiários, com realocação de pessoal

Por Silvia Frias | 18/02/2021 11:54
Secretário de Gestão, Agenor Mattiello (Foto: Henrique Kawaminami)
Secretário de Gestão, Agenor Mattiello (Foto: Henrique Kawaminami)

A reestrutraçao da prefeitura prevê a criação de três subsecretarias que terão mais autonomia administrativa e vão acelerar alguns serviços, como o de compras, reduzindo o trâmite burocrático de 20 a 30 dias, segundo explicação do secretário municipal de Gestão, Agenor Mattiello.

As mudanças estão no projeto de lei encaminhado hoje pelo Executivo à Câmara Municipal de Vereadores.

Essas alterações, garante o secretário, não irão acarretar aumento de despesas. Os setores já existiam, mas estavam sob a responsabilidade de secretarias. “O objetivo é agilizar processos do serviço público, captar recursos e atender a população”, disse.

Pelo projeto, estão sendo criadas as subsecretarias de Projetos, a de Assuntos Comunitários e a de Compras Públicas.

Mattiello explica que a subsecretaria de Projetos e a de Assuntos Comunitários eram setores dentro da Secretaria de Governo. A de Projetos, com mais autonomia, continua responsável pela captação recursos e projetos para desenvolvimento de Campo Grande.

A subsecretaria de Compras era setor vinculado à Secretaria de Gestão. Agenor Mattiello disse que essa mudança permite que o tempo de tramitação seja reduzido em até um mês.

Segundo o secretário, não haverá aumento de despesas, o que é vetdo pela Lei Complementar nº 173 e, por isso, os cargos já existentes serão transformados. Os novos subsecretários, por exemplo, não terão aumento de salário.

Nos siga no Google Notícias