A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/06/2016 09:06

Reinaldo fica dois dias no DF para reuniões com ministros e discutir dívida

Leonardo Rocha
Reinaldo cumpre agenda hoje em Brasília, para fazer visitas em ministérios (Foto: Fernando Antunes)Reinaldo cumpre agenda hoje em Brasília, para fazer visitas em ministérios (Foto: Fernando Antunes)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai cumprir agenda, nesta segunda-feira (6), em Brasília, onde pretende conversar com os novos ministros do presidente interino, Michel Temer (PMDB). Ele deve ficar até amanhã (7), quando vai discutir recursos para presídios e região de fronteira, junto ao Ministério da Justiça.

Reinaldo tem reuniões com alguns ministros, em busca de viabilizar projetos e pautas que estavam paradas na antiga gestão. O tucano já declarou que o momento é de articular e buscar um agenda positiva junto ao novo governo, tendo como objetivo retomar o crescimento do País.

Reinaldo divulgou na semana passada, que amanhã terá uma reunião com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, acompanhado pelo secretário estadual de Segurança, José Carlos Barbosa. Eles vão participar de uma discussão sobre violência contra a mulher, no entanto vão aproveitar a oportunidades para repassar as demandas do Estado.

Na semana passada, em conversa inicial, o secretário de Segurança já tinha exposto ao ministro a necessidade de aumento de efetivo na região de fronteira, que soma 1,5 mil quilômetros em Mato Grosso do Sul com o Paraguai e Bolívia. A intenção é sensibilizar o novo governo, para maiores investimentos nesta zona, em função dos crimes de tráfico de drogas, pistolagem, entre outros.

Outro assunto que será apresentado é a situação dos presídios do Estado, que segundo o governador, 40% são de pessoas de fora, envolvidas com o tráfico de drogas, em função da região de fronteira. O executivo inclusive quer um ressarcimento da União, para dividir os gastos.

Na quarta-feira (8) vai ocorrer uma reunião dos governadores com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para discutir a renegociação das dívidas com a União. Também está previsto um encontro com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. O secretário estadual de Finanças, Márcio Monteiro, disse que ainda aguarda uma confirmação sobre estes eventos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions