A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

19/08/2018 13:45

Sem adesivagem e bandeiraços, campanha é tímida no 1º fim de semana

Neste domingo, apenas um candidato cumpriu agenda na área urbana da Capital

Liniker Ribeiro e Izabela Sanchez
Reinaldo Azambuja, que busca releição ao governo, entre apoiadores do partido - candidato foi o único a cumprir agenda na área urbana da Capital (Foto: Izabela Sanchez) Reinaldo Azambuja, que busca releição ao governo, entre apoiadores do partido - candidato foi o único a cumprir agenda na área urbana da Capital (Foto: Izabela Sanchez)

O primeiro fim de semana das campanhas eleitorais está sendo de tranquilidade e sem grandes movimentações, em Campo Grande. Com candidatos de folga ou cumprindo com compromissos no interior e na Capital, nenhuma grande ação de panfletagem, ou mesmo a famosa "bandeirada", foi registrada - ao menos não na região do Centro.

Dos seis candidatos ao governo, apenas Reinaldo Azambuja (PSDB) - que busca reeleição - cumpriu agenda na área urbana de Campo Grande. O primeiro compromisso do dia foi para gravar programas de TV que serão veiculados durante a campanha. O que, segundo ele, está sendo adiantado ao máximo.

"Até dia 31 eu espero estar com metade do conteúdo finalizado, isso para poder participar dos eventos, atender os pré-candidatos e cumprir com viagens ao interior", afirmou o candidato durante agenda na Colônia Paraguaia, no bairro Pioneiros, onde participou do almoço realizado pelo projeto da Solidariedade.

Durante o evento, Azambuja afirmou ainda que pretende fortalecer ainda mais as parcerias e os investimentos que foram feitos nos municípios do Estado, além de fazer campanha para o programa municipalista e finalizar a regionalização da saúde, assim como ampliar as escolas de tempo integral. "Vamos continuar governando com responsabilidade, pois governo nenhum pode fugir disso, como hoje está acontecendo na maioria dos estados", completou.

Humberto Amaducci, candidato do PT, participou de uma reunião no lote 77 do Assentamento Santa Mônica, área rural da Capital. Junior Mochi (MDB) gravou para a propaganda eleitoral gratuita pela manhã e, no início da tarde, participou de leilão em prol do Hospital de Câncer de Rio Verde – a 207 km de Campo Grande.

O juiz aposentado Odilon de Oliveira, candidato do PDT e João Alfredo Danieze, do PSOL, não tiveram compromissos, neste domingo. Marcelo Bluma, do PV, não divulgou agenda para hoje.

Sábado - Ontem os compromissos dos candidatos também estiveram voltados para gravações de propagandas e eventos no interior. Reinaldo Azambuja gravou para a campanha durante toda a manhã e, no fim da tarde, se reuniu com representantes das escolas de samba.

Humberto Amaducci esteve em Dourados – a 233 km de Campo Grande – onde fez visitas em bairros e participou de reuniões. Oswaldo Mochi Júnior também gravou programas eleitorais para TV e rádio, e se reuniu com a coordenação de campanha e apoiadores. À noite participou da abertura oficial do XXXIV Bon Odori, na Associação Nipo Brasileira.

No início da manhã, Odilon de Oliveira esteve em Paraíso das Águas – a 285 km da Capital – onde se reuniu com lideranças. Logo depois o candidato viajou para Camapuã – a 133 km de Campo Grande – para conversar com os correligionários. Odilon encerrou o dia, na Capital, no 34º Bom Odori.

João Alfredo participou de atividades internas, segundo o partido. Marcelo Bluma (PV) se reuniu pela manhã com a coordenação da campanha e à tarde participou de um seminário com os demais candidatos da chapa.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions