A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

19/06/2013 21:47

Servidores caem na "malha fina" do IR e vão processar Bernal por erro

Zemil Rocha
Edil foi uma das vítimas do erro da gestão Bernal com Informe de Rendimentos (Foto: João Garrigó)Edil foi uma das vítimas do erro da gestão Bernal com Informe de Rendimentos (Foto: João Garrigó)

O erro na Prefeitura de Campo Grande nos Informes de Rendimentos enviados à Receita Federal e aos servidores municipais, no começo deste ano, acabou levando dezenas deles para a “malha fina” do Leão e a ter de arcar com multa de R$ 165,74 para regularizar a situação. O erro não afetou apenas comissionados da gestão passada, mas também servidores do quadro efetivo de órgãos como a Agência Municipal de Trânsito (Agetran) e a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Um grupo de servidores municipais já está se organizando para entrar com ação na Justiça a fim de serem reembolsados do custo da multa e pelos danos matérias e morais decorrentes do equívoco da Prefeitura de Campo Grande, que foi admitido pelo secretário municipal de Administração, Ricardo Trefzger Ballock, em 2 de maio, dia seguinte à denúncia feita pelo vereador Edil Albuquerque (PMDB), que também foi vítima do erro.

Na época, Edil estimou que o erro que levou cerca de 1200 ex-funcionários da época do ex-prefeito Nelsinho Trad a pagar ou parcelar o pagamento de valor maior do que o devido em Imposto de Renda.

Antes a Prefeitura de Campo Grande expedia holerite impresso e colocava na internet, mas agora disponibiliza na internet. O valor que foi informado na internet pela prefeitura, em janeiro, difere do que foi encaminhado para a Receita Federal. E a conseqüência disso é a necessidade de correção.

Requerimento sem resposta - No dia 7 de maio, o vereador Edil Albuquerque protocolou requerimento na Câmara de Campo Grande pedindo explicações ao prefeito e ao secretário Ballock sobre o erro no Informe de Rendimento. Segundo ele, passou o prazo regimental de 15 dias e nenhuma resposta foi enviada.

Esse foi mais um dos inúmeros pedidos de informações da Câmara não respondidos pelo prefeito. Um estudo preliminar indica que, pelo menos, 300 requerimentos e indicações não foram respondidos pela equipe do prefeito Alcides Bernal. O número exato será apontado pela Comissão de Controle e Eficácia Legislativa, que decidiu na semana passada fazer um levantamento rigoroso e remeter à Mesa Diretora da Câmara para que tome as medidas cabíveis.

Segundo o presidente da Comissão, Elizeu Dionízio, a falta de resposta a requerimentos dos vereadores, que são aprovados pelo plenário da Câmara, pode se caracterizar como “crime de responsabilidade”, conforme previsão do Art. 4º do Decreto Lei 201, e gerar um processo de cassação do prefeito.

 

 

 



As verdadeiras vitimas nao sao os Servidores Publicos do Municipio, mais sim nos trabalhadores que pagamos impostos para a Prefeitura pagar altos salarios para esses parasitas do povo e ainda fica com essa de processar o Prefeito, se o pessoal do Recurso Humano sao os mesmos da Administraçao anterior
 
Ari Ferreira em 20/06/2013 10:13:46
Mentira, esta multa e referente a atraso na entrega da declaraçao, nao se paga para retificar. E com certeza nao foi o prefeito que fez os informes de rendimento, que se pegue o culpado.
 
Rosana Wosniak em 20/06/2013 09:57:02
Isso e pura Incopetencia.Tenho vergonha de termos um Prefeito além de não ter a mínima competência para administrar uma Capaital e por cima ignorante e
arrogante e tem síndrome de perseguicao .Ba !...
 
Vera Lucia Dias em 20/06/2013 09:14:26
Esperava que voces da campo grande news fossem divulgar o café vergonhoso dos vereadores.
 
marco de moraes em 20/06/2013 08:57:42
Essa Receita Federal quer Arrecadar, não importa se alguém ERROU propositalmente ou por desconhecimento. Visualizam só $$$$, como interessa ao governo fazem de tudo para dificultar. A impressão que tenho, que na hora de analisar os impostos dos contribuintes usam ANTOLHOS. São incapazes de de raciocinar além do que enchergam, se a soma for 500 e você colocar um dígito a mais ou menos já era cidadão, vem multas abusivas, fora da realidade, sem contar que lhe taxam como criminoso se não PAGAR. Por outro lado, se tiver grana e pagar vira SANTO, seje você for (estelionatário, traficante, político corrupto,etc). Aquele cidadão que em toda sua vida, nunca fez nada de errado, mas por algum motivo, caiu na malha e foi multado e não pagar vira MARGINAL. Isso é ridículo...matam as pessoas em VIDA.
 
Neyde de Oliveira em 20/06/2013 08:42:57
Frescura é só fazer a retificadora.
 
robson de souza em 20/06/2013 08:42:03
OS CARAS NÃO SABEM QUE O EMPREGADOR TEM QUE INFORMAR A SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL OS PAGAMENTOS EFETUADOS NO ANO BASE?... AGORA, SE SONEGARAM OS GANHOS AO LEÃO, ASSUMAM E PAGUEM O QUE DE DIREITO...
 
Inocencio Amorim em 20/06/2013 07:18:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions