A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

01/04/2012 17:03

STJ ordena que prefeito afastado de Alcinopólis fique em Campo Grande

Paula Vitorino
Prefeito saiu da cadeia em setembro do ano passado e desde então morava em Alcinópolis. (Foto: João Garrigó)Prefeito saiu da cadeia em setembro do ano passado e desde então morava em Alcinópolis. (Foto: João Garrigó)

O Superior Tribunal de Justiça determinou que o prefeito afastado de Alcinópolis, Manoel Nunes da Silva (PR), permaneça no distrito da culpa, ou seja, em Campo Grande, onde aconteceu o crime em que ele é apontado como um dos mandantes.

Manoel e outros três vereadores são apontados como os mandantes do assassinato do vereador Carlos Antônio da Costa Carneiro, morto em 26 de outubro de 2010, na avenida Afonso Pena.

Desde que foi solto, no dia 29 de setembro, após 71 dias na cadeia, Manoel estava morando em Alcinópolis. Com a decisão do STJ, publicada na sexta-feira (29), Manoel mudou-se para Campo Grande, de acordo com o advogado de defesa, Renê Siuffi.

Ele é acusado pelo atual prefeito, Alcino Carneiro, pai do vereador morto, de intimidações e ameaças desde que retornou a cidade. “Ele ficava sempre passando em frente a Prefeitura”, diz.

A defesa de Manoel, infirmou que irá recorrer da decisão do STJ ainda nesta semana. De acordo com o advogado Renê Siuffi, a alegação é de que o ex-prefeito mantém em Alcinópolis todos os seus interesses, como família e negócios.

Sobre as denúncias de ameaças, o advogado nega que seu cliente tenha feito algum tipo de ameaça as atuais autoridades do município. “Isso não existe, é lenda”, afirma.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions