A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/03/2009 16:10

Teixeira defende que produtores contratem seguranças

Redação

O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) defendeu nesta terça-feira que os produtores rurais contratem seguranças para evitar a invasão de propriedades pelos índios.

Ele justificou a necessidade de defesa das propriedades destacando que hoje existem 32 fazendas ocupadas pelos índios em Mato Grosso do Sul.

Segundo o parlamentar, apesar dos mandados de reintegração de posse, eles não são retirados pela Polícia Federal.

"O produtor deve defender o que é seu, a legalidade e a propriedade. Quem não defende o que é seu, não merece ter", disparou o democrata.

"Não admita pessoas estranhas em sua propriedade", recomendou o parlamentar, sobre os boatos de que índios preparam uma grande onda de invasões em abril deste ano.

Zé Teixeira ainda condenou o coordenador regional do CIMI (Conselho Indigenista Missionário), Egon Heck, que criticou a contratação de seguranças e o fato de o governador André Puccinelli (PMDB) estar apoiando a classe produtora.

"Eu quero condenar publicamente o Egon Heck", afirmou Zé Teixeira na tribuna.

Ele comentou ainda a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que considerou legal a demarcação contínua de 1,7 milhão de hectares da Reserva Indígena Raposa Serra do Sol.

Sobre os 19 pontos, o parlamentar criticou a proibição de arrendamentos. Citou como exemplo a etnia Pareci, no Mato Grosso, que fez parceria para o plantio de soja e conta com R$ 2 milhões na conta corrente.

Mas aprovou o item que proíbe a ampliação das reservas já demarcadas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions